Seguidores

segunda-feira, 22 de setembro de 2014

Detectorismo - Desenterrando a história do centro-oeste

     Além de minhas aventuras atrás das antigas minas de ouro da região de Pitangui, costumo também praticar um outro hobby, o detectorismo. Esta prática consiste em utilizar um detector de metais para encontrar objetos que se encontram enterrados e, no meu caso, que tenham valor histórico. Muitos encaram estes aparelhos como ferramentas para encontrar possíveis tesouros, é a primeira coisa que vem à cabeça da maioria das pessoas, mas depois de anos nesta atividade posso afirmar que a possibilidade de se encontrar alguma coisa de valor é remota, tendo em vista que estamos sempre diante de lendas e histórias sem fundamento. Quanto ao ouro bruto (pepitas), ele exige detectores específicos de custo muito alto, tendo em vista a ocorrência deste metal em terrenos muito mineralizados. 
     Para a pesquisa em nossa região o ideal são os detectores do tipo rastreador, os quais são mais fáceis de operar. A profundidade alcançada vai depender do tipo de aparelho, mas a maioria tem alcance máximo de 40cm, isto dependendo do tamanho do objeto enterrado. Alguns detectores podem alcançar 1,5m. O uso de um acessório denominado pinpointer facilita bastante no momento de cavar, pois possuem a capacidade de localizarem mais precisamente o objeto quando a terra já está revolvida. Uma boa ferramenta de cavar é fundamental.

Detector do tipo rastreador

     Na região de Pitangui as pesquisas podem ser feitas nos locais onde existiram sedes de antigas fazendas. Pesquisas em locais onde ainda existe habitação são complicadas devido a alta contaminação do solo com lixo. Um excelente campo de pesquisa é o local onde existiu a primeira fábrica de tecidos do Brumado, fundada em 1873. Com a mudança da fábrica para a parte mais alta uma quantidade muito grande de material ficou enterrada no terreno encharcado. Infelizmente o dono do terreno tem se mostrado pouco cooperativo.

Peças da antiga fábrica do Brumado (já doadas ao IHP) - Foto: Vandeir Santos

    No último dia 19/09, sexta, aproveitei minha ida ao Centro Cultural de Pompéu e no retorno passamos pelo Pompéu Velho no local onde existiu o casarão da Joaquina do Pompéu, na companhia de Judith Viegas (descendente de Joaquina) e de Angélica Xavier. Com a cana colhida e o local limpo tive a oportunidade de encontrar diversos objetos que um dia fizeram parte da estrutura da sede. 

Peças encontradas no Pompéu Velho - Foto: Vandeir Alves     


Suporte de metal, moeda de 40 réis, puxador de gaveta, uma aliança de cobre
 e um pedaço de tacho de cobre - Foto: Vandeir Santos

Pesquisando no Pompéu Velho - Foto: Judith Viegas

      O coordenador do Centro Cultural Dona Joaquina do Pompéu, Hugo de Castro, já foi comunicado dos achados e em breve será oficializada a entrega das peças ao museu de Pompéu.

Peças encontradas na região de Pitangui - Foto: Vandeir Santos


Moedas de 5 centavos de Real encontradas no pé do Jequitibá próximo
 a "Estrada Real" - Foto: Vandeir Santos

     Caso algum leitor deste blog saiba de algum lugar que tenha potencial histórico, por favor nos comunique para que possamos verificar se existem peças que possam ser interessantes ao futuro museu de Pitangui. DISPENSO LENDAS A RESPEITO DE TACHOS DE OURO, PANELAS/GARRAFAS COM MOEDAS DE OURO, ETC.

     Abaixo o link para um vídeo onde eu e Cláudio Faria fazemos uma sátira das lendas pitanguienses a respeito de tesouros enterrados.


Vandeir Santos



domingo, 21 de setembro de 2014

1º Passeio Ciclístico Rumo aos 300 anos

Na manhã de sábado, 20 de setembro, aconteceu o "1º Passeio Ciclístico Rumos aos 300 anos". A concentração ocorreu na Praça Antônio Fiúza  e os ciclistas percorreram a região do do Hospital, Poliesportivo retornando à praça. Os alunos da rede escolar de Pitangui e demais praticantes do ciclismo participaram do evento, que contou com a presença do Prefeito Marcílio Valadares e do Secretário Municipal de Educação, Edson Barcelos, dentre outras autoridades municipais.


Ao final do passeio foram sorteados brindes entre os participantes inscritos para o evento.





sábado, 20 de setembro de 2014

O payz do Pitangui, na SAP

O payz do Pitangui.

A SAP - Sociedade dos Amigos de Pitangui convida para o lançamento do livro O pays do Pitangui, de autoria de Raimundo da Silva Rabelo, domingo em Belo Horizonte. Segundo informações do conterrâneo e fundador da SAP José Raimundo Machado haverá uma missa na Paróquia de São Bento (cujo pároco é o pitanguiense João do Padre), seguida de um almoço/evento intitulado de SAP Pitangui 300 Anos, onde o lançamento do livro ocorrerá logo após, em uma tarde de autógrafos. O preço do livro é de R$ 25,00.
Raimundo Rabelo no lançamento do livro em Pitangui.
Foto: Vandeir Santos.
Reforçamos o convite aos pitanguieses - membros ou não da SAP, residentes na capital mineira, em Pitangui e em outras localidades - a prestigiarem o evento. Acreditamos que, além de adquirir o valoroso livro que trata da história da nossa Pitangui, esta será uma ótima oportunidade de rever amigos, de trocar ideias e de conversar sobre projetos  e propostas para a nossa terra. Faça parte!


Lançamento do livro: O PAYZ DO PITANGUI.
Local: Salão paroquial da Igreja de São Bento.

Endereço: Rua José Batista Ribeiro nº 155, Bairro São Bento - BH.

Data: dia 21 de setembro de 2014.

Informações pelo e-mail: pitangui.sap@hotmail.com

sexta-feira, 19 de setembro de 2014

Atividades físicas na Praça Benedito Valadares

Na manhã de terça-feira, 16 de setembro, passando pela Praça Benedito Valadares fiz este registro. Um grupo de pessoas eram orientados na execução de várias atividades físicas, não pude conversar com o orientador naquele dia, mas em outra oportunidade farei um registro. 
Leonardo Morato me informou que orientador é o Dirley.


Atividades físicas em espaços públicos, como praças, além de melhorar a qualidade de vida, também aumenta a socialização dos praticantes.


quinta-feira, 18 de setembro de 2014

Município de Pitangui - Dezembro 1965


Na postagem de hoje, apresentamos algumas peças do jornal Município de Pitangui, veiculado no dia 26 de dezembro de 1965. Interessante perceber, logo abaixo, o comunicado do saudoso Marcondes Machado, pioneiro do sistema de televisão em Pitangui, que relata a dificuldade em manter a transmissão do sinal de TV em Pitangui. 

.












quarta-feira, 17 de setembro de 2014

Do Lavrado ao São Francisco

 
Imagens da Igreja de São Francisco, captadas do bairro Lavrado.

 
Cenas registradas pelo trabalho silencioso de uma máquina fotográfica.

Fotos: Leonardo Morato.

segunda-feira, 15 de setembro de 2014

Trilhão Solidário - 2ª Parte

     Foi um sucesso o trilhão solidário que teve lugar no alto da serra da Cruz do Monte na manhã deste domingo, 14/09. O evento que teve como objetivo angariar fundos para uma cirurgia no pitanguiense Jader Silva que sofreu um acidente enquanto fazia trilha onde alguém de forma criminosa atravessou um arame na estrada. A traquéia de Jader está cicatrizando de forma irregular e uma nova cirurgia reparadora se torna urgente, para que o mesmo possa normalizar sua função respiratória.

Foto: Vandeir Santos

     Vieram trilheiros de todas as cidades próximas e o alto da serra foi tomado por centenas de motos que vieram participar e dar o seu apoio a uma causa tão nobre. Após ser servido um café, um religioso abençoou a todos e logo após foi iniciado o trilhão. No retorno todos participaram de um farto almoço.

     Jader ainda vai precisar da ajuda dos pitanguienses para viabilizar a cirurgia, a conta abaixo continua disponível para contribuições voluntárias:

Caixa Econômica Federal, Ag. 1700 c/c 24.284-5 op. 13 - poupança. 

Jader com amigos - Foto: Vandeir Alves

Foto: Vandeir Santos

Momento da benção - Foto: Vandeir Santos

Apoio do GAVE - Foto: Vandeir Santos

Galera de Nova Serrana - Foto Vandeir Santos

Momento da largada - Fonte Vandeir Alves


https://www.youtube.com/watch?v=J-ZXx6oUNxQ&feature=youtu.be

Vandeir Santos


sábado, 13 de setembro de 2014

A entrada original de Pitangui

Na postagem de hoje, trataremos de um tema já abordado por Vandeir Santos, a localização da entrada original da cidade de Pitangui. Suas pesquisas o levaram a inferir que a entrada original da cidade seria pelo bairro Santo Antônio. Clique AQUI, para ler esta postagem
Encontramos no jornal pitanguiense "O iniciador", de 18 de fevereiro de 1882, um aviso que vai ao encontro da hipótese defendida por Vandeir. Na página três, do referido jornal, encontramos um aviso aos tropeiros que chegavam à cidade. O texto reproduzido abaixo respeita a norma culta vigente naquele tempo. 

"Em S. Antonio, entrada desta cidade,
 incontrarão os Srs. tropeiros um bom
rancho para tropa, pasto fechado (que não erva)
e uma taverna sortida de generos do paiz, molhados, etc.
Pitanguy, fevereiro de 1882"


Esta fonte, além de nos esclarecer sobre o local da entrada original de Pitangui, nos permite formular algumas perguntas, que nos parecem pertinentes: em que local, no Santo Antônio, se localizava este pasto? a "Casa do Florão" seria a taverna citada no aviso publicado naquele  jornal?
Eis uma das facetas do ofício do historiador: interrogar as fontes.

Clique sobre as imagens abaixo para ampliá-las:








sexta-feira, 12 de setembro de 2014

O Cruzeiro de São Francisco


Nas imagens de hoje o destaque é o Cruzeiro situado no largo da Igreja de São Francisco de Assis. Pelas informações que obtivemos e observando o estado e as características da madeira, constata-se que a cruz remete à construção do templo na segunda metade do século XIX.


As cruzes ou cruzeiros, além de serem símbolo de religiosidade e fé, também são marcos históricos que testemunham manifestações do nosso passado, inspirando crenças, orações, poesias e canções.

Largo do São Francisco.
Fotos: Léo Morato.
Links relacionados:

quinta-feira, 11 de setembro de 2014

Quem é este pitanguiense?

O primeiro leitor do blog que responder no campo de comentários aqui do blog o apelido, nome completo e data de nascimento do pitanguiense da foto abaixo ganhará uma porção de filé com fritas, cortesia do Escritório Bar.


A PORÇÃO DEVERÁ SER CONSUMIDA NO ESCRITÓRIO BAR


Quem é? Qual o apelido, nome completo e a
 data de nascimento?


O Harley acertou:






Vandeir Santos