Seguidores

segunda-feira, 11 de janeiro de 2010

Famílias Mineiras descendentes de Joaquina de Pompéu

Em um artigo de Cid Rebelo Horta entitulado "Famílias Governamentais de Minas Gerais", de 1956 e reeditado em 1986 na revista "Análise & Conjuntura", da fundação João Pinheiro, encontramos um minucioso trabalho sobre o domínio político de algumas famílias em Minas Gerais. Neste trabalho é elencada uma série de famílias que teriam suas origens na grande matriarca mineira, Joaquina de Pompéu.
Reproduziremos um fragmento deste trabalho aqui no blog,pois muitas destas famílias têm raízes em Pitangui.

______________________________________


FAMÍLIAS GOVERNAMENTAIS DE MINAS GERAIS¹

"12) JOAQUINA DO POMPÉU - Através de um casamento que veio dar no político do Império Martinho Álvares da Silva Campos, os Ribeiro de Entre Rios ligam-se ao talvez mais extenso e vetusto tronco familiar da política de Minas: os Rodrigues Velho-Campos, de Pitangui.

Antônio Rodrigues Velho, figura legendária, conhecida também pelo nome de "Velho da Taipa", foi um dos primeiros bandeirantes a chegarem a Pitangui, depois dos primeiros sucessos da luta dos "emboabas". Provindo de velha cepa bandeirante, tornou-se capítão-mor de Pitangui e na I a Câmara da Vila fez-se eleger juiz ordinário, juntamente com um seu parente Campos Bicudo, e com Fortunato Lopes Cançado, eleitos vereadores. Um neto desse Velho da Taipa, chamado Inácio Oliveira Campos, casou-se com Joaquina Bernarda da Silva de Abreu Castelo Branco, filha de um advogado português instalado em Pitangui e parente dos Condes de Valadares. Joaquina Bemarda, que se tomou célebre matriarca, ficou conhecida pelo nome de Joaquina do Pompéu. De seu casamento com Inácio Oliveira Campos, segundo o sr. Jacinto Guimarães.. que tem interessante livro a respeito no prelo, descendem as seguintes famílias mineiras largamente difundidas: Álvares da Silva, Cordeiro Valadares, Abreu e Silva, Souza Machado, Oliveira Campos, Castelo Branco, Melo Franco, Campos, entroncando-se ainda nessa descendência os Capanema, Maciel, Vasconcelos, Pinto da Fonseca, Cunha Pereira, Sigaud, Lopes Cançado, Adjuto, Pinto Ribeiro, Caetano Guimarães, Horta, Pereira da Fonseca, Campos Taitson, Mascarenhas, entre outras.

Na eleição da Iª Junta Governativa de Minas, Pitangui é representada por um Álvares da Silva, um Cordeiro Valadares, um Dias Maciel, entre outros. Em todo o transcurso da Assembléia Provincial, nas iegisiaturas da Câmara Geral, estão presentes os Álvares da Silva-Campos-Cordeiro Valadares. O mesmo se verifica na República, sem interrupção, até os nossos dias.

Durante o Império, a política de Pitangui bem cedo se dividiu entre liberais e conservadores. O grosso da família Álvares da Silva-Campos-Cordeiro Valadares, que já havia mandado para o cenário nacional uma figura como Martinho Campos, formava a falange liberal. Os conservadores tinham como seus elementos integrantes os Capanema e Lopes Cançado. Embora entrosadas entre si essas famílias, a descendência patrílinear definia a filiação política. Representantes de ambas as facções sucedem-se nas assembléias políticas, os Ãlvares da Silva-Campos-Cordeiro Valadares em maior número. E a divisão política continuou. Na la República, os liberais passaram a chamar-se localmente gonçalvistas, dirigidos que eram por José Gonçalves deSouza, o qual, embora mais aparentado com os Lopes Cançado, foi dirigir os Alvares da Silva-Cordeiro Valadares, a cuja família, por intermédio do ramo Baía, ligara-se pelo casamento; ao passo que os conservadores se denominaram "vasquístas", chefiados por um Lopes Cançado, que se chamava Vasco Azevedo.

A luta permanece até hoje e na memória dos velhos é lembrança que não morre na orientação política. Conta-se a propósito que, em 1935, o velho senador Antônio Benedito Valadares, que era então constituinte estadual, ao saber que aqui chegara o ministro da Educação' Gustavo Capanema, apressou-se em ir ao Palácio da Liberdade advertir o mano governador:


- Não te esqueças, Benedito, que esse Capanema é um conservador...


Anos mais tarde, por ocasião das solenidades comemorativas do centenário da Revolução de 41, o então governador Benedito Valadares, denunciando uma consciência familiar muito viva, assim ordenava ao seusecretário particular.


- Elogie o Exército, mas não endeuse muito aquele Caxias, não, porque minha família sempre foi contra ele.


O chamado clã de Joaquina do Pornpéu é ainda hoje dono de um vasto domínio político. Tem como seus grandes núcleos Pitangui, onde trava acesa luta, Pompéu, onde a situação nunca deixou de ser inteiramente sua, Dores do !ndaiá, onde domina desde 1860, Abaeté, onde os chefes das duas facções pertencem à família, e Pará de Minas, estendendo a sua influência ainda pelos municípios de Curvelo, onde tem elementos chefiando as duas facções antagônícas; São Gonçalo do Pará, Mateus Leme. Em Patos de Minas, os seus parentes Maciel sustentam uma luta quase secular com os Borges, que se destacam entre o primeiros povoadores do Oeste.

O deputado estadual Paulo Campos Guimarães, descendente de Joaquina do Pompéu, respondendo a pergunta sobre os seus parentes e afins que tiveram na vida política do Estado, apresentou-me uma lista de perto de cem nomes. Basta citar os nomes de políticos vivos para se ter idéia expressiva da trama familiar sobre que se sustenta a política de Minas. São eles: Francisco Campos. Benedito Valadares, Gustavo Capanema, Afonso Arinos de Melo Franco, José de Magalhães Pinto, Leopoldo Maciel, José Maria Lopes Cançado, Jacinto Guimarães, Ovídio de Abreu, Vasconcelos Costa, Ernflio de Vasconcelos Costa, Simão Viana da Cunha Pereira, Eduardo Lucas Filho, Frederico Campos, Edson Álvares, Amador Álvares, Alberto Álvares,Juvenal Gonzaga.(...)"




¹Cid Rebelo Horta.Famílias Governamentais de Minas Gerais em Análise & Conjuntura.v.1, n. 2, maio/agosto – 1986.Fundação João Pinheiro. Belo Horizonte.

82 comentários:

  1. Adorei esse post Licínio. Minha família também é descendente de Joaquina de Pompéu. Os Cordeiros Valadares, eu não tenho Valadares, mas meu avô tinha. Adorei o blog, vocês estão de parabéns :)

    ResponderExcluir
  2. Oi Bruna,
    seja bem-vinda ao blog.
    Legal saber de sua descendência. O material desta postagem é muito interessante mesmo, penso que muitas famílias em Pitangui vão encontrar alguma referência geneológica aqui.
    Fico feliz por você ter gostado do post, suas palavras nos motivam a continuar com este trabalho.
    Abração.

    ResponderExcluir
  3. Licínio gostei muito dessa post.Minha família é descendente da Joaquina de Pompéu.Meu avô era Ribeiro Campos.Já minha bisavó era Ribeiro Abreu e meu bisavô era Campos Cordeiro.Gostei muito do blog,parabéns continue post sobre famílias e suas origens

    ResponderExcluir
  4. Olá Paulo,
    Bem-vindo ao blog.
    Fico feliz por você ter identificado suas raízes geneológicas. Obrigado pelos elogios,eles nos motivam a continuar com este trabalho.
    Apareça sempre.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  5. Izabel Alvares da Silvadomingo, maio 02, 2010 6:18:00 PM

    Licínio,

    Adorei seu post. Sou bisneta do Alberto Alvares, é levo o nome da minha tataravó Izabel Carolina Alvares da Silva. Gostaria de saber como faço para ter acesso a esse estudo completo. Em breve quero fazer uma visita a Pitangui e também o Abaeté para conhecer melhor a história da minha família. Acho que esse estudo vai me ajudar muito.

    ResponderExcluir
  6. Olá Izabel,
    obrigado pelas palavras de incentivo. Este estudo está disponível na internet, você pode acessá-lo.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  7. LAURA ALVARES DA SILVA CAMPOSquarta-feira, junho 09, 2010 9:00:00 PM

    Oi, Licínio,
    Estava procurando um pouco da minha família pela internet e achei esta página. Vc é descendente da Joaquina do Pompéu ou fez esse trabalho por curiosidade histórica? Sou Laura Alvares da Silva Campos, de Brasília, e adorei ler o seu texto!

    ResponderExcluir
  8. Olá Laura,
    seja bem vinda ao blog.
    Eu não descendo de Joaquina de Pompéu, mas tenho grande admiração por sua história, que sobrevive forte no centro-oeste mineiro.
    Quanto ao texto que você apreciou é de autoria de Cid Rebelo Horta e é um trabalho clássico sobre as famílias tradicionais de Minas Gerais. Eu apenas reproduzi um trecho deste estudo.
    Aqui no blog você encontra mais postagens sobre Joaquina de Pompéu, inclusive uma dica de leitura de um livro recente sobre Joaquina.
    Aqui em Pitangui existem diversas famílias ligadas `a Joaquina, a família Campos é uma delas.
    Apareça sempre.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  9. Olá Thiago,
    seja bem vindo ao blog.
    O avô paterno de minha esposa assina Campos Cordeiro (Antunico)também, eles são de Pompéu Velho e vivem em Papagaios. A árvore geneológica de Joaquina é vastíssima.
    Se você tiver algum material sobre o marido de Joaquina ou sobre ela e quiser enviar-nos publicaremos por aqui.
    Apareça sempre.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  10. Olá Licínio, sou de Sabará/ MG e venho pesquisando a história da minha família materna "Lopes Cançado", acredito que fazemos parte da geneologia de D. Joaquina, se tiver mais materiais sbre esta família e puder, favor me enviar (arthur.lopes@gmail.com).

    Forte Abraço

    ResponderExcluir
  11. Olá Arthur,
    seja bem vindo ao blog.
    A família Lopes Cançado é muito tradicional em Pitangui e fazem parte da árvore geneológica de Joaquina de Pompéu.
    Será um prazer ajudá-lo, tendo acesso a materiais sobre os Lopes Cançado lhe enviarei.
    Apareça mais vezes.
    Abração

    ResponderExcluir
  12. Olá á todos!
    Achei o blog por um acaso...qdo estava eu á procura de informações sobre nossa matriarca - Dona Joaquina do Pompéu.
    Este blog está de parabéns e só achei uma pena n poder divulgá-lo no facebook. Tomei a liberdade de postar essa matéria com as devidas referências referente ao autor do livro e do blog, pois coloquei tb o link no meu site de genealogia do www.myheritage.com ou .pt ou .br .
    Espero estar vendo outras materias depois e divulgando tb.
    Beijinhos de Lisboa/Pt.
    Juliana Campos Maciel

    ResponderExcluir
  13. Olá Juliana,
    seja bem vinda ao blog.
    Ficamos felizes por você ter gostado de nosso trabalho.Você pode postar nossos materiais, só pedimos que cite a fonte.
    Você encontrará mais postagens sobre Joaquina de Pompéu por aqui.
    Obrigado por divulgar o blog, em breve farei uma visita a seu site.
    Beijos querida.

    ResponderExcluir
  14. Bom dia Licínio...
    Meu nome é Rene Silvestre Serra Vasconcelos Campos...Filho de Adelado José Serra Campos e Sonia Braga de Vasconcelos Campos...Neto de Jose Silvestre Campos e Laura Serra Machado por parte de pai e Domicio Martins de Vasconcelos e Selma Martins Braga por parte de mãe...Achei seu blog por acaso e achei muito interessante seu trabalho...Gostaria de saber se vc tem algum material sobre a s familias Campos, Serra Machado e Vasconelos de Pompéu - MG, pois sou nascido lá...
    Desde já agradeço e panabenizo pela iniciativa...
    Caso necessite meu e-mail é ontheweb01@hotmail.com

    ResponderExcluir
  15. Olá Rene,
    seja bem vindo ao blog.Obrigado por reconhecer nosso trabalho. Todo material que temos sobre as famílias com origem em Pitangui ou Pompéu está postado no blog.
    Conheço um livro escrito por Jacinto Guimarães mais outro autor que tem a árvore geneológica de Joaquina de Pompéu, o livro é raro,quando encontrado vendido a peso de ouro.
    Caso outros materiais sobre estas famílias cheguem até nós repassarei para você.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  16. SOU PARENTE DE JOAQUINA DE POMPÉU,MEU PAI ERA PRIMO DELA E NASCEU EM POMPÉU,CRESCI COM O APELIDO DE JOAQUINA DE POMPÉU POR SER BRAVA E PARECER FISICAMENTE COM ELA,VIA QUANDO CRIANÇA MEUS PAIS RINDO E COMENTANDO COME EU NASCÍ PARECIDA COM ELA,ALIÁS OS SOBRENOMES DE MEU PAI SÃO; RIBEIRO,CAMPOS CORDEIRO,SILVA,VALADARES E POR AÍ VAI,TEMOS O LIVRO SOBRE ELA ESCRITO EM PORTUGUES DE PORTUGAL,E FOI PARAR NA INGLATERRA COM MINHA IRMÃ,ESTÁ NO SANGUE E ME ORGULHO MUITO,ABRAÇOS!

    ResponderExcluir
  17. Oi Marcela,
    seja bem vindo ao blog. Pelo visto vc honrou a tradição da família.
    Obrigado pela visita e apareça sempre.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  18. OLÁ LICÍNIO,
    QUE ALEGRIA ENCONTRAR GENTE QUE FALA A NOSSA LÍNGUA,ÀS VEZES PARECIA QUE EU FALAVA GREGO POIS CRESCÍ NUMA FAMÍLIA ONDE SEMPRE FALAMOS NA JOAQUINA DE POMPÉU NATURALMENTE NO DIA A DIA,SOU TÃO ACOSTUMADA COM O APELIDO DE JOAQUINA DE POMPÉU QUE SEMPRE RESPONDÍ NATURALMENTE QUANDO CHAMADA PELO APELIDO,E O INCRÍVEL É QUE SOU DE ORIGEM PORTUGUESA E CHAMAMOS NARINAS DE "VENTAS"ASSIM MEUS PAIS FALAVAM QUE EU TINHA AS VENTAS DA JOAQUINA E SE ME CONTRARIAVAM TODOS RIAM COM A SEMELHANÇA COM A JOAQUINA RSRSRS,MAS MEU NOME É "WILMA DE CASSIA",MEU PAI PRIMO DELA QUE NASCEU EM POMPÉU E SEU NOME,JACINTO,USEI O NOME DE MINHA FILHA PORQUE NÃO TENHO CONTA NO GOOGLE,MAS MEU E MAIL É WCRSM@HOTMAIL.COM,ME ESCREVA,FICAREI MUITO FELIZ E TENHO MUITA HISTÓRIA,ABRAÇOS.WILMA DE CASSIA♥

    ResponderExcluir
  19. Fico feliz por ver tanta gente se interessando por saber mais sobre nossa história.
    Estive em nossa fazenda em Pompéu, mas pena q n pude ir à cidade e tb visitar Pitangui, como gostaria. Estou vendo essas duas semanas de férias q me restam, passarem rapidinho e será c muita pena q embarcarei de volta à Lisboa.
    Deixo aqui meu e-mail, caso alguém queira compartilhar informações: mellbh@gmail.com
    Beijinhos à todos.
    Ahhh, queria muito ver a reportagem da Viação Cipó e se alguém souber como obter esse video...agradeço.

    ResponderExcluir
  20. Olá,
    pena você não poder nos visitar, mas da próxima apareça para uma prosa e para que possamos lhe apresentar melhor Pitangui.Vou procurar o link e enviá-lo.
    Tenha um bom regresso a Portugal.
    Abração.

    ResponderExcluir
  21. Licínio, ainda n perdi a esperança de dar um pulinho aí para conhecer melhor sua cidade e tb vcs. Tento me desdobrar para rever todos os parentes, pois como sabe a família mineira é muito grande e tb ciumenta...rsss.
    Gostaria muito de obter alguns livros q conta a história de Pitangui e Pompéu, falando de Dona Joaquina e tb de Maria Tangará. Se puder dar algumas indicações, serei muito grata. Eu tenho O Sinhá Braba, A Dama do Sertão e tb a coleção (3 livros) do Deusdedit Campos Pinto Ribeiro.
    PS: Indo para nossa fazenda, passei na fazenda do Laranjo (do Sr. Ary)que faz divisa com a nossa, q hoje é a hidrelétrica de Pompéu.
    Fico feliz por terem reconstruido o casarão da fazenda em Pompéu e assim é preservado uma parte da história desse legado de Dona Joaquina.
    Abraços

    ResponderExcluir
  22. Juliana,
    vou levantar alguns títulos disponíveis no mercado e envio por e-mail pra você.
    Compreendo bemestas questões de família, o convite fica renovado para sua próxima vinda ao Brasil.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  23. Bom dia, Licínio!
    Passei aqui para deixar um beijinho á todos vcs do Blog.
    Ahhh, vou cobrar uma coisa tb, uai...será q já conseguiu o link do video viação cipó para eu poder ver? E os tais livros q vc ficou de me indicar tb?
    Rsss, desculpa a cobrança, mas quero aprofundar em minhas pesquisas.
    Espero q estejam todos bem ai em Minas.
    Beijinhos e muita luz em sua caminhada.

    ResponderExcluir
  24. Oi Juliana,
    vou pedir ao Dênio para subir o link do probrama "Viação Cipó" para vc. Quanto às referências bibliográficas deixei algumas dicas de leitura pra vc em seu Facebook,dê uma conferida por favor.Se não encontrar eu posto outra vez...rsrsrsrsrs...
    Também desejo-lhe muitas felicidades.
    Abração.

    ResponderExcluir
  25. Bom dia, Licínio!
    Olha, estou procurando aqui no facebook...mas n encontro a mensagem.
    Deixa estar...vou procurando, uma hora eu encontro.
    Um bom dia e muita luz!
    Ju Maciel

    ResponderExcluir
  26. Inaugurado Casarão que abriga museu histórico de Dona Joaquina do Pompéu, confira!

    http://nolascorodrigo.blogspot.com/2011/08/novo-museu-dona-joaquina-do-pompeu.html

    ResponderExcluir
  27. Ola que bom eu sou descendente da joaquina Pompéu, ela era prima do meu avô mas nos não assinamos por campos cordeiro já assinamos por Barros ,mas temos um livro com a historia de nossos familiares.meu avô assinava campos cordeiro...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá.
      muito interessante. Como se chama o livro com a história de seus familiares?
      Abraço.

      Excluir
  28. Rosângela vou postar o livro de meus familiares no facebook em breve.tenho orgulho de ser descendente da Joaquina Pompeu

    ResponderExcluir
  29. Adorei Site(Blog), Parabéns! Também tenho orgulho de ser uma descendente da dela, da sexta filha, que foi gerando até a minha bisavó Francina, minha avó também Francina, minha mãe e eu, que não sou de Pitanguí, mas de onde sempre ouvi muitas histórias. Um abraço,
    Concih

    ResponderExcluir
  30. Corringindo o texto acima: "mas sempre ouvi muitas histórias de Pintangi"
    Concih

    ResponderExcluir
  31. "Pitangui" (não tem geito não! sempre sai algo errado... desculpe-me e obrigada) :-D

    ResponderExcluir
  32. Ooi!
    Também sou descendente de Joaquina pois dois troncos: os abreu e silva, sobrenomes da minha bisavo e de meu trisavo, e vasconcelos, proveniente de meu bisavo e trisavo - todos por parte de meu avô. Faz alguns anos, minha familia foi procurada por ter sido encontrada como descendente, por parte do Vasconcelos, porém, quanto ao Abreu e Silva so vim saber agora, lendo o blog. Muito interessante o post - e quem quiser saber mais sobre ela, o livro "Sinha Braba" eh uma verdadeira viagem... muito rico! Bjoss e td d boom!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Luiza,
      seja bem vinda ao blog.
      Ficamos felizes por você ter gostado de nosso trabalho e também por ter se esclarecido através de nossas postagens.
      Abraço.

      Excluir
  33. Ah!Quanto mistério!D Joaquina do Pompéu,QUEM DE FATO DEVE RECEBER AS CONDECORAÇÕES FICA NO ANÔNIMATO,HOJE SÃO POBRES!

    ResponderExcluir
  34. TEM MESMO QUE INVESTIGAR E PROCURAR TODOS OS DESCENDENTES!MAS TEM MUITA GENTE MAIS PROXIMA DE DONA JOAQUINA AQUI NO POMPÉU QUE EM QUALQUER OUTRO LUGAR!MAS É QUE NÃO FAZEM "IBOp",politicagem,dai sim ficam esquecidos!!!!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá,
      você deve mobilizar a sua comunidade e tirar estas pessoas do anonimato.
      Abraço.

      Excluir
  35. Eu sou da 7ª geração de Dona Joaquina de Pompéu e só fui saber essa semana, quando fui a Pompéupela segunda vez. E parabéns pelo Blog

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá André,
      seja bem vindo ao blog.
      Obrigado pelo reconhecimento ao nosso trabalho. Aqui você encontrará mais informações sobre as famílias descendentes de Joaquina.
      Abraço.

      Excluir
  36. Sei pela minha mãe que somos descendentes de Dona Joaquina do Pompéu, mas não sei de que filho ou filha dela. Alguém pode me ajudar? Meu avô, seu descendente, chamava-se Vicente Ferreira Machado, nasceu e viveu em Pitangui durante a juventude, casou-se com Antonieta Menezes Machado.Viveram em BH muitos anos. Os dois já faleceram.

    ResponderExcluir
  37. Minha mãe é de Buriti da Estrada/MG. Outro dia ela comentou sobre uma Joaquina de Pompéu mas, devido a idade não se lembra mais muita coisa e se o parentesco é por parte de pai (Juvenil de Oliveira Campos - filho de Basílio de Oliveira Campos e Vitalina Cordeiro) ou, por parte de mãe(Faustina Soares de Oliveira - filha de: Pedro Celestino de Oliveira Machado e Isaura Maria de Jesus). Se alguém puder me fornecer mais informações. Agradeço. Eli (eli.fr@hotmail.com)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Eli,
      bem vindo ao blog. Você terá que fazer um levantamento geneológico para saber mais sobre as origens de sua família. Sugiro procurar o arquivo do Instituto Hstórico de Pitangui para iniciar a sua pesquisa.
      Abraço.

      Excluir
  38. Sempre ouvi dizer que eu era descendente de joaquina de Pompeu,e tinha curiosidade de saber mais sobre ela. Mas minha família dizia que antes tinha um casarão pertencente a ela, mas que havia sido destruido. O meu nome é Maria Juliana Dias de castro, filha de Maria da Glória de castro Machado e neta de Joaquina Oliveira Campos, ambas naturais de Pompéu. Gostaria de obter mais informações sobre esta grande Matriarca. Obrigada.(irjumf@gmail.com)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Maria Juliana,
      seja bem vinda ao blog. Você encontrará mais informações sobre Joaquina de Pompéu acessando outras postagens sobre esta matriarca aqui no blog, através do menu no lado direito da página.
      Abraço.

      Excluir
  39. Parabéns pelo blog! Sou neto de Cordeiro Valadares que criou o Franafon Valadares que está na sua terceira geração.Muito interessante esta arvore biologica.

    Wagner Franafon Valadares

    Um abraço.

    ResponderExcluir
  40. Parabéns pelo seu blog!assim como meu primo Wagner Franafon Valadares,sou neta de FRANCISCO DE ASSIS CORDEIRO VALADARES e sempre tive muita curiosidade de saber da minha árvore genealógica,meu avô era professor nessa região!hoje assinamos FRANAFON VALADARES,junção do nome do meu avô FRAN de Francisco e AFON de afonsina(nome de minha avô paterna).fiquei surpresa e feliz de saber o quanto Pitangui tem haver com minha história!Quero ler mais sobre Joaquina de Pompéu e nunca imaginava que existem livros sobre Ela,isso é muito legal!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá,
      seja bem vinda ao blog.
      Ficamos felizes por você ter gostado de nosso blog, aqui você encontrará muita coisa sobre Joaquina de Pompéu, como também sobre Pitangui e a região centro oeste de Minas Gerais. Aproveite e torne-se nossa seguidora.
      Abraço.

      Excluir
  41. Peço ajuda a quem estuda a Arvore de D. Joaquina e Antonio Campos.
    Minha família toda tem o tom de voz dos seus descendentes que conheço. Minhas tias (falecidas) eram o próprio rosto da foto de D. Joaquina. Meu bisavô se chamava "Tobias de Paula Campos" da região de Barbacena/Andrelândia.
    Podem me ajudar? Obrigado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Como você não se identificou não sei como entrar em contato, meu bisavô também é o Tobias de Paula Campos, poderemos nos ajudar.
      Como poderemos entrar em contato?

      Abraços

      Excluir
  42. Que legal o blog. Sou gaúcho de Porto Alegre, me chamo Thiago e também sou Álvares da Silva. Meu pai é mineiro nascido em Araguarí, porém de família natural de Patos de Minas. Meu avô chama-se Martinho Ribeiro Álvares da Silva. Aqui no Rio Grande do Sul já estamos na quarta geração. Um abraço a todos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Thiago.
      Seja bem vindo.
      Muito bacana saber que famílias mineiras com origens no centro-oeste do estado estão no sul.

      Abraço.

      Excluir
  43. oi meu nome e elen valadares,meu avo era de pompeu,minha bisa chamava orminda castelo branco,e meu bisavo, joaquim niceias cordeiro valadares,sera que tem algo em comum..bjs me responda.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Elen.
      Seja bem-vinda ao blog.
      Tem tudo a ver, pode ter certeza. Você descende das tradicionais famílias do centro-oeste mineiro. Seu sangue tem o DNA de Joaquina de Pompeu...rsrs...
      Abraço

      Excluir
  44. Prezado Licínio, boa tarde. Tenho lhe mandado mensagens para o seu e-mail proflicinio@click21.com.br, mas elas estão voltando. Peço orientar-me como fazer. Fico-lhe grato. Abraços Deusdedit Campos e-mail: campos@mkm.com.br

    ResponderExcluir
  45. Caro Deusdedit Campos,
    seja bem-vindo ao blog.
    Envie um e-mail para você.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  46. Respostas
    1. Olá Mariana.
      Seja bem vinda.
      Pelo que sei o My Heritage é uma rede mundial, que reune informações sobre a árvore genealógica de famílias. As informações são alimentadas por pessoas que se associam ao site e dão início à montagem da árvore genealógica da família. Penso que alguém de sua família iniciou a montagem de uma árvore e lançou as informações que você encontrou.
      Abraço.

      Excluir
  47. Boa tarde Licínio gostei muito deste material sou Oliveira Campos, bom conhecer um pouco da história da Família... Obrigado e Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Seja bem-vindo(a).
      Este material é uma obra clássica e referência nos estudos sobre a formação de famílias descendentes de Dona Joaquina de Pompeu.
      Fico feliz por sua visita ao nosso blog e por nossa postagem ter acrescentado novos conhecimentos sobre sua família.
      Um fraterno abraço.

      Excluir
  48. Olá. gostaria que me enviasse o material quem tem sobre a família Lopes Cançado. obrigada. ericalopes@hotmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Erica.
      Seja bem-vinda ao blog.
      Vou encaminhar seu pedido para Vandeir Santos, um dos articuladores do blog e que tem pesquisado sobre a origem de algumas famílias pitanguienses.

      Abraço.

      Excluir
  49. Quando criança ouvia meu pai dizer que nos eramos descendentes da familia cordeiro de pompeu. Ele se chamava Geraldo Codeiro dos santos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Cecília.
      Seja bem-vinda ao blog.
      Os Cordeiros são uma família tradicional de Pompeu.

      Abraço.

      Excluir
  50. Boa noite Licínio ! Descobrindo minhas linhagens,rsrs. Muito interessante esse blog, tbm gostaria de aprofundar mais nessa matéria se possivel peço que se tiver algo sobre os Lopes Cançado que me envie no meu email.

    Desde já agradeço! Parabéns pelo trabalho de vcs!!

    brunolopes_pit@hotmail.com

    ResponderExcluir
  51. Olá! Muito interessante esse blog. Peço que se tiver algo sobre as famílias Pinheiro de Castro, Cordeiro Maciel e Castro Machado me enviar por e mail.
    Agradeço desde já.

    mcastropaula@gmail.com

    responder

    ResponderExcluir
  52. Acho q essa joaquina era minha biza ou tataravo vou pesquisar direito

    ResponderExcluir
  53. Olá
    Bem, conheci a pouco tempo a história de joaquina de pompeu e fiquei muito feliz pois próximo a Pompeu tem um Distrito chamado angaretá, onde reside uma grande parte da minha família... os martins do carmo..... lá também residia ou reside ainda os Lopes cansado..... ou tô na neura pra saber mais sobre a história de minha família.... se vc souber algo sobre os martins de lá.... por favor me ajude... att

    ResponderExcluir
  54. Olá
    Bem, conheci a pouco tempo a história de joaquina de pompeu e fiquei muito feliz pois próximo a Pompeu tem um Distrito chamado angaretá, onde reside uma grande parte da minha família... os martins do carmo..... lá também residia ou reside ainda os Lopes cansado..... ou tô na neura pra saber mais sobre a história de minha família.... se vc souber algo sobre os martins de lá.... por favor me ajude... att

    ResponderExcluir
  55. Olá
    Bem, conheci a pouco tempo a história de joaquina de pompeu e fiquei muito feliz pois próximo a Pompeu tem um Distrito chamado angaretá, onde reside uma grande parte da minha família... os martins do carmo..... lá também residia ou reside ainda os Lopes cansado..... ou tô na neura pra saber mais sobre a história de minha família.... se vc souber algo sobre os martins de lá.... por favor me ajude... att

    ResponderExcluir
  56. Gostaria de ter acesso a esse artigo, porém não encontro em lugar nenhum para baixar, teria como me enviar por e-mail? edivaldorafael@yahoo.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Edivaldo.
      Seja bem-vindo ao blog.
      Enviarei um cópia em PDF para você.
      Abraço.

      Excluir
  57. Afonso Cordeiro de castro 12/08/2017
    Olá Licínio, gostei muito do seu trabalho, sou neto Antônio cordeiro Maciel, somos de Pompéu estamos nesta arvore .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Afonso.
      Seja bem-vindo ao blog.
      Ficamos felizes por você ter gostado de nosso trabalho.
      é muito legal encontrarmos as raízes de nossas origens, né?
      Abraço.

      Excluir
  58. Licinio Parabéns
    Vim de Salvador para conhecer Pitangui e hoje da Pousada Monsenhor Vicente ( muito boa) saio encantado com o que vi Continue divulgando sua bela cidade . Também sou descendente do Velho de Taipa e meu Sétimo avó Luis Siqueira Brandao foi Capitão Mor daqui e casou e batizou seus filhos na linda e conservada Capela de Nossa Senhora da Penha .So lamento não ter podido conhecer o museu e o Instituto Histórico pois vim no fim de semana.Continue seu trabalho Parabéns.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Márcio Brandão.
      Seja bem-vindo ao blog. Fico feliz em saber que gostou da cidade. Da próxima vez aproveite para visitar os museus (dois foram inaugurados recentemente). Obrigado pelo reconhecimento ao nosso trabalho. Abraço.

      Excluir
  59. Meu nome é Manoel Augusto Caillaux de Campos. Adorei a matéria, que por sua vez me lembrou as histórias da família, contadas por meu pai, descendente direto de D. Joaquina, tetra-neto para ser mais exato. Parabéns!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Manoel.
      Seja bem-vindo ao blog.
      Agradecemos a suas palavras, que nos servem de incentivo para continuar este trabalho de resgate de memória.
      Abraço.

      Excluir
  60. Licínio eu ouvi falar que no museu de Dona Joaquina em Pompeu contém um documento com o nome de quase todos os 80 mil descendentes dela. É verdade?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Guilherme, no museu não existe esse documento. O que existe é uma obra em 3 volumes do escritor Deusdedit Campos com a descrição da árvore genealógica de Joaquina e Inácio.
      Att. Vandeir Santos
      Articulista desse blog e membro do Instituto Histórico e Geográfico de Pompéu

      Excluir

Obrigado por comentar nossa postagem. Ah... não se esqueça de se identificar.