Seguidores

quarta-feira, 21 de abril de 2010

3º Salão Mineiro de Turismo


Entre os dias 16 e 18 de abril, ocorreu no Minas Centro, o 3º Salão Mineiro de Turismo. No domingo, 18, estivemos visitando o evento na companhia de Samuel Caldas, que representou a prefeitura de Pitangui. Lá, tivemos a oportunidade de perceber como muitas cidades pertencentes aos circuitos turísticos de Minas Gerais se prepararam para o evento apresentando folders com informações sobre seus atrativos, além de empresas do setor hoteleiro, artesanal, cachaçarias, agências de turismo, etc., que aproveitaram a ocasião para fazerem contatos e novos negócios.
A cidade de Pitangui, incluída no chamado circuito "Verde Trilha dos Bandeirantes", não tinha nenhum representante, nem material de divulgação turística, como também nenhum empreendedor de Pitangui divulgando seus produtos ou serviços no stand montado pelo circuito. O Salão não seria uma bela oportunidade para divulgar o potencial turístco de Pitangui e também proporcionar contatos e negócios para o setor privado?
Também nos chamou a atenção o material distribuído pela Associação das Cidades Históricas de Minas Gerais em seu stand. Trata-se de um livreto (Cidades Históricas de Minas: guia de bolso). Nele é apresentado vários roteiros para a visitação de 20 cidades históricas mineiras, Pitangui não está presente. Será que não temos atrativos para manter o turista por pelo menos dois dias em nossa cidade? Quem acredita no potencial turístico de Pitangui? O que deve ser feito para alavancar este setor? Temos um inventário turístico e políticas públicas bem definidas neste setor? Todas estas questões e ainda outras nos fazem refletir sobre a necessidade de um amplo debate sobre o turismo em Pitangui.

7 comentários:

  1. Ótima abordagem Licínio!!! É preciso mesmo acontecer uma ampla e séria discussão em torno do Turismo. Pitangui merece esse reconhecimento! Tenho plena certeza de que a atividade turística pode trazer benefícios reais para Pitangui. Para tanto, é preciso haver investimentos, profissionalismo e parcerias entre o empresariado local, a sociedade e as esferas da Administração Municipial. Projetos, nós temos!
    Um abraço meu amigo.

    ResponderExcluir
  2. Olá Léo,
    faltou você neste evento, tenho certeza que tiraria grande proveito.vamos continuar articulando ideias
    Abraços.

    ResponderExcluir
  3. Prezado Licínio,
    Realmente o seu comentário sobre a participação de Pitangui no Salão Mineiro do Turismo procede. No entanto, esta já é a terceira edição do renomado evento e Pitangui foi muito bem representada em suas duas primeiras edições.
    Este ano, o intuito da Prefeitura era ampliar a participação da nossa cidade no Salão, mas a grave crise política criada com a tentativa de cassação do Prefeito, democraticamente reeleito, está refletindo negativamente em todas as áreas (e que grande parte de nossos esforços estão direcionados na defesa do Governo que acreditamos e participamos). O comprometimento é grande, refletindo entre outros, na suspensão de recursos repassados pela Câmara à APAM, que presta relevantes serviços na proteção do Menor; na solução do problema do tratamento de esgoto em nossa cidade, com prejuízos mais visíveis para áreas que não contam com rede de esgoto, como é o caso do Bairro Judith Abreu.
    Queremos ressaltar ainda, que a Administração Municipal não tem medido esforços para recolocar nossa Pitangui no cenário cultural e turístico brasileiro.
    Nossa participação é ativa na Associação das Cidades Históricas de Minas, bem como, no Circuito - Verde Trilha dos Bandeirantes e assim como as outras cidades membros de ambas as associações, Pitangui estava representada por elas neste evento.
    O próprio Prefeito Evandro já foi citado e parabenizado pela Associação das Cidades Históricas e pelo Circuito Verde, por suas ações e participações em todos os eventos e nas reuniões decisivas para buscar recursos financeiros para a nossa cidade.
    Quanto ao Guia Turístico de bolso, já em desuso, todo o material relativo à divulgação de Pitangui foi enviado à Associação para que uma nova edição digital seja lançada brevemente.
    Temos Inventário de Oferta Turística sim, que foi produzido em 2009 e devidamente encaminhado à SETUR (Secretaria de Turismo).
    Pitangui tem um Conselho atuante, formado por representantes da comunidade, que planeja as Políticas Públicas de Turismo para o município.
    Nossa cidade ficou durante aproximadamente 20 anos sem receber recursos dos governos estadual e federal, e agora está se estruturando para o Turismo.
    Nós acreditamos no potencial turístico da nossa cidade sim, e diversas ações foram implementadas nestes últimos anos, para atingir tal objetivo. Exemplo disso é a inclusão de Pitangui no PACH – Plano de Aceleração de Crescimento das Cidades Históricas, que no dia 7 de março de 2010, em reunião na sede do IPHAN foi pactuado diversas ações de recuperação do patrimônio e fomento ao Turismo, onde inclusive podemos citar: a complementação da restauração da Igreja de São Francisco e entorno; restauração do Museu Histórico de Pitangui – Casa de Câmara e Cadeia; restauração do acervo de Imagens Sacras; restauração do Acervo Documental; projeto de criação do Parque Histórico Cultural – Sítio Arqueológico – Minas dos Bandeirantes, com previsão de execução para os anos de 2010 e 2011.
    Além disso, está sendo pactuado entre a Associação das Cidades Históricas e a CEMIG, a implantação do Projeto de Cabeamento Subterrâneo no município. Todas essas ações fazem parte das Políticas Públicas de fomento ao Turismo, implementadas pela Prefeitura Municipal de Pitangui.
    Fica aqui o convite, não só a você, mas a todos os pitanguienses para as reuniões do Conselho de Proteção ao Patrimônio Cultural e Turístico. A próxima reunião será no dia 3 de maio de 2010, às 16:00 h, no Salão de Reuniões da Prefeitura.
    Estamos à disposição para qualquer informação.

    Atenciosamente,

    Assessoria de Comunicação Social e Divisão de Cultura da Prefeitura Municipal de Pitangui.
    www.pitangui.mg.gov.br

    ResponderExcluir
  4. Caro Giovanni, Maria Helena e Ronan,
    tenho acompanhado todas as ações voltadas à recuperção do patrimônio histórico, assim como os esforços da Divisão de Cultura e do prefeito Evandro em firmar parcerias em pról de Pitangui.
    Também estou ciente da crise política instalada no município e acompanho o desenrolar dos acontecimentos. Não queremos usar o espaço do blog para emitir opinião sobre a crise.
    Quanto as observações feitas sobre o 3º Salão Mineiro de Turismo, me chamou a atenção a falta de interesse da iniciativa privada do município em participar do evento, uma ótima janela para negócios.
    Me causa estranheza a informação de que a Associação Mineira de Cidades Históricas distribuiu material em desuso em um evento daquele porte. Seriam tão amadores assim?
    Como nossa intenção é sempre questionar para despertar o debate deixo aqui uma sugestão: que tal desenvolver um planejamento de longo prazo para o próximo salão? Penso que assim, os gestores não seriam pegos de surpresa por imprevistos de qualquer ordem.
    Aproveito para reiterar o caráter democrático deste espaço e colocá-lo sempre aberto ao debate público.
    Atenciosamente,

    Licínio Filho
    Equipe "Daqui de Pitangui"

    ResponderExcluir
  5. Vemos aqui uma discussão de alto nível. Acredito que o caminho é esse: esforços comuns para o desenvolvimento sociocultural e turístico da nossa querida Pitangui! É notório que ações importantes estão sendo empreendidas a favor da cidade, no âmbito cultural. Como falamos em outras oportunidades, o blog "daquidepitangui" não é oposição e nem situação mas um espaço para se pensar, divulgar e valorizar a cidade e os pitanguienses. Como Turismólogo, sei que é possível alcançar grandes resultados por meio do Turismo em nossa cidade e me coloco à disposição para contribuir nesse processo. Para finalizar, não estou ciente da tal crise...(e nem é cabível discutir aqui no blog), mas independente de posição político-partidário, na minha opinião como pitanguiense, é preciso reconhecer que nunca foi feito tanto em prol da prevervação do patrimônio arquitetônico, como nos últimos anos. "uma cidade sem os seus prédios históricos, sem manifestação cultural, é como um homem sem memória". Mas a Gestão do Turismo é mais abrangente e precisa também da participação da sociedade e de maior apoio do empresariado.
    E que continue esse debate de ideias a favor de Pitangui! Um abraço a todos.

    ResponderExcluir
  6. Bom dia!
    Algumas fotos de Pitangui em:

    http://www.flickr.com/photos/51313338@N04/sets/72157624346379320/

    Abraços,

    Lautre

    ResponderExcluir
  7. Olá Lautre,
    seja bem vindo.
    Que tal fazermos uma postagem com suas fotos?

    ResponderExcluir

Obrigado por comentar nossa postagem. Ah... não se esqueça de se identificar.