Seguidores

quinta-feira, 1 de julho de 2010

Recuperação da Estação Ferroviária do Velho do Taipa


Em nossa mais recente pedalada, eu e Dênio Caldas pudemos constatar que a velha estação ferroviária do Velho do Taipa está sendo recuperada. Em conversa informal com os operários encarregados da reforma do prédio, ficamos sabendo que a obra está sendo feita com recursos captados pelo deputado estadual João Leite (PSDB).



Ainda, sengundo segundo os operários, o imóvel deverá abrigar um centro cultural. Fizemos contato com a assessoria de emprensa do deputado para que o parlamentar nos concedesse uma entrevista para sabermos detalhes sobre a obra, porém não houve um retorno até o momento.




De toda forma fica aqui o registro da iniciativa de recuperação do prédio da velha estação ferroviária do Velho da Taipa. A História agradece a recuperação e preservação deste patrimônio.





Fotos desta postagem: Licínio Filho

3 comentários:

  1. Fico feliz em constatar que a restauração está indo muito bem. Aproveito para informar, em primeira mão, que ontem foi aprovado lei de minha autoria que estabele normas para a preservação e para a promoção do patrimônio cultural associado ao transporte ferroviário. Lamentamos o desencontro e continuamos à disposição no (31) 2108-7475

    João Leite

    ResponderExcluir
  2. Caro Deputado João Leite,
    queremos parabenizá-lo pela iniciativa de trabalhar em prol da defesa do patrimônio cultural associado ao transporte ferroviário. Gostaríamos muito de publicarmos uma entrevista com Sr. a respeito desta magnífica iniciativa.
    Farei contato com seu assessor de emprensa, Ricardo Siqueira, para agendarmos um bate-papo sobre este tema.
    Agradeço a sua visita ao blog.
    Abraço,

    ResponderExcluir
  3. É perceptível que as pessoas cada vez mais estão buscando as pequenas cidades do interior como uma válvula de escape do estresse e do corre corre das cidades grandes. O Turismo está em alta e a localidade que estiver preparada, colherá esses grandes frutos. Segundo dados do Ministério do Turismo, a atividade interage com 52 setores da economia, gerando emprego e renda para a população local.
    Restaurações do patrimônio, resgate das tradições culturais, artesanato, treinamento e capacitação profissional (somado a uma rede de hospedagem estruturada, transportes, boas opções de alimentação, serviço de informações e gestão) são ingredientes dessa "indústria turística". Ou seja, Pitangui (e região)tem tudo pra dar certo!!!

    ResponderExcluir

Obrigado por comentar nossa postagem. Ah... não se esqueça de se identificar.