Seguidores

terça-feira, 14 de setembro de 2010

A Queima do Judas em Pitangui

Hoje vamos apresentar uma série de fotos do início da década de 1960, que retratam a queima do Judas em Pitangui durante a Semana Santa. As fotos são verdadeiras raridades e pertencem ao acervo pessoal de nossa amiga Edilma Aguiar, que sempre colabora com o blog.
As fotos foram extraídas de um álbum que Edilma guarda, pois faz parte da memória afetiva de sua família. Seu pai, Sr. Nestor Aguiar e seu irmão Edson, além de outros parentes participavam frequentemente da queima do Judas.
Nas fotos abaixo podemos observar os participantes se concentrando próximo à fabrica de tecidos, na rua Gustavo Xavier Capanema.




A próxima foto já mostra os participantes em desfile pelas ruas de Pitangui, com grande número de pessoas ocupando as calçadas para assistir. O garoto no canto inferior direito da foto é o Jomba, segundo Edilma Aguiar.

Na foto baixo, o Judas exposto em praça pública.


Edilma nos conta que a "Queima do Judas" era organizada por seu pai, Nestor Aguiar, mais dois amigos, Onofre Tatu e Luiz Clemente.

Acima, populares transportam o Judas




Na foto acima, os participantes com trajes típicos da queima do Judas. Podemos observar o grande número de pessoas que se envolviam no evento e como eram bem confeccionadas as roupas dos participantes.

20 comentários:

  1. Olá, visitei há alguns anos uma cidade chamada Pitangui que fica perto de Pará de Minas, é a mesma, eu suponho. Você conheceu o Padre Hernani, meu tio, era pároco em Pará de Minas, ele adorava Pitangui, e meu irmão já trabalhou no antigo BEMGE. Adorei a cidade, pena que não pude mais voltar. O blog é um verdadeiro documento histórico de patrimônio cultural. Parabéns.

    ResponderExcluir
  2. Olá Christiane,
    seja bem vinda ao nosso blog.O padre Hernani eu não cheguei a conhecer. Como se chama o seu irmão?
    Pitangui é uma cidade muito agradável e hospitaleira, tendo oportunidade venha nos visitar novamente.
    A nossa ideia é resgatar a memória de Pitangui através do blog, muitas pessoas nos enviam material para as postagens, pois entendem o espírito de nosso trabalho, como você.
    Agradecemos os elogios e contamos com sua visita mais vezes.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  3. Que raridade hein professor! Mais uma ótima contribuição da Edilma.

    ************

    Christiane, gratos pela visita. Eu conheci o Pe. Hernani e sua bela voz entoando os cánticos nas Celebrações.
    Um abraço a todos.

    ResponderExcluir
  4. Fala Professor !!!
    Obrigado à nossa parceira Edilma que sempre nos brinda com raridades.

    Eu cheguei a acompanhar o padre Hernani em algumas missas. A voz dele era sensacional. Atingia um grave bem baixo.

    ResponderExcluir
  5. Pois é Dênio...a Edilma está sempre nos ofertando estas pérolas.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  6. Olá amigos,
    Engraçado como é que as tradições se repetem com diferenças, certamente, mas com a mesma intenção.
    Em minha cidade também acontecia o ato de malhar o judas e antes da malhação lia-se o testamento do judas que era crítico e engraçado.
    Parabéns pelos textos revivendo o passado.
    Abraços,
    Dalinha

    ResponderExcluir
  7. Oi Dalinha,
    por aqui a queima do Judas era um evento bem estilizado, como podemos observar nas fotos.É uma pena que esta tradição está desaparecemdo.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  8. Licínio, já não tem uma postagem de uma foto antiga destes soldados romanos com esta girafa ? Fica solucionado uma dúvida do blog. A queima do Judas pode ser uma atividade prática do blog, o q vc acha ?
    Vandeir

    ResponderExcluir
  9. Oi Vandeir,
    realmente temos uma postagem antiga com uma foto com os soldados romanos e a girafa, alguém havia até deixado um comentário na postagem argumentando que aquele evento não era em Pitangui.Agora o mistério está desfeito.
    Você está propondo que o blog promova a queima do Judas?

    ResponderExcluir
  10. Oi Licínio,

    A postagem ficou muito bacana! Vamos continuar revirando o baú para brindar os visitantes do blog com histórias interessantes de nossa terra, algumas desconhecidas por muitos pitanguienses.
    Valeu!!

    Abraços.

    Edilma.

    ResponderExcluir
  11. Oi Edilma,
    a postagem ficou muito legal mesmo, graças a sua colaboração, que é sempre bem vinda.Precisamos resgatar muitas histórias sobre a cidade.
    Obrigado pelo apoio.
    Abração.

    ResponderExcluir
  12. OLá Licínio,
    Sim, minha proposta é que o blog promova em 2011 a queima do Judas. Dentro do possível vamos amadurecer a idéia.
    Vandeir

    ResponderExcluir
  13. é um assunto a se pensar, caro Vandeir.Falaremos sobre sua ideia em uma próxima reunão de cúpula...rsrsrs...
    Abraço

    ResponderExcluir
  14. O Blog está de parabéns...
    Estou curtindo muito todas as postagens.
    Um grande abraço!
    Mayra Rachel (sobrinha da nossa querida Edilma)

    ResponderExcluir
  15. Olá Mayra!
    seja bem vinda ao blog. Ficamos felizes por estar gostando do blog. Sua Tia tem colaborado bastante conosco, possibilitando postagens como esta.
    Obrigado pela visita, apareça sempre.
    Abraço

    ResponderExcluir
  16. Fico muito feliz em rever histórias desta terra tão querida. Ainda mais sabendo da participação de meu pai (Nestor Aguiar)e meu irmão (Edson Aguiar). Recordo a presença deles, sempre junto aos soldados, como na segunda foto postada.
    Pérolas que guardamos com muito orgulho e enorme carinho.
    Parabéns!
    Edna Maria de Aguiar Fonseca

    ResponderExcluir
  17. Oi Edna, seja bem vinda ao blog.
    Sabemos como estas lembranças são caras à sua família, nos honra muito postar este material em nosso blog.
    Obrigado pelas palavras de incentivo.
    Abraço

    ResponderExcluir
  18. Se não me engano, em passado bem recente foi feita uma queima do Judas, creio que em 2004 ou 2005. O Erivelton do Chiquinho e da Lourdes, minha tia avó, do era ainda vivo e participou efetivamente da organização. O Jonba também participou muito desta última queima de tempos recentes. Creio que não tiraram muitas fotos, mas já foi um passo na renovação das tradições de nossa cidade. Sempre ouvi meus pais e familiares contarem da queima do Judas, a qual além de estar relacionada com a religião, estava diretamente ligada à cultura de nossa cidade. Uma pena que não tenham registrado em fotografias esta última queima para colocarmos aqui no blog. De todas as formas, como disse a Professora Edilma, vale a pena retomar esta empreitada. Grande abraço do visitante assíduo; Fábio Freitas (Fabinho)

    ResponderExcluir
  19. Olá Fábio,
    esta tradição deveria ser preservada. é bom saber que algumas pessoas tentaram manter a tradição, vamos fazer contatos e ver se conseguimos algum material sobre este seu relato.O blog se coloca aberto para apoiar todas as iniciativas que buscam resgatar e preservar as tradições culturais de Pitangui.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  20. Quando criança, eu morria de medo desse tal "Judas" que era queimado. Era só a carreata com o boneco descer a avenida Antero Rocha, casa de minha saudosa avó, dona Iêta, para eu correr para o quarto, assustado.

    ResponderExcluir

Obrigado por comentar nossa postagem. Ah... não se esqueça de se identificar.