Seguidores

segunda-feira, 8 de agosto de 2011

"Daqui de Pitangui" Ano II - Belo Conto, por Ricardo Rabelo

Continuamos hoje, o conto criado por Ricardo Rabelo. A primeira parte do conto foi postada aqui no dia 01 de agosto.








Quantas vezes se viu chorando ao lembrar-se de maritaca.Maritaca era um pássaro que em todo fim de tarde vinha repousar sobre os galhos da Oliveira, e começava a descrever o plano de vôo daquele dia.Maritaca na verdade fazia um elo da Oliveira com Pitangui inteira.Maritaca dizia:-Hoje eu fui até o chapadão, visitar a araucária.Está tudo bem com ela, mas anda bastante preocupada com a poluição crescente devido à construção de tantas fábricas.Ela disse sentir saudades da época que ali era só o campo da aviação.No dia seguinte...Chegava a maricata, e começava a narrar:-Hoje foi hilário, pois, eu sobrevoando o pasto do Ulisses, vi quando algumas crianças tentavam pegar jatobás, do nosso velho amigo Jatobá.O Ulisses correndo atrás dos meninos foi divertido.Tempos de angústia e opressão enfrentaram quando a maritaca, após banhar-se no riacho de águas sempre gélidas, que havia ali, afinal aquelas águas corriam sempre sem o acesso direto do sol.Maritaca foi simplesmente dormir sem falar uma única palavra.Após longo silêncio maricataca disse:-Estou preocupada com o Jambeiro que tem lá na Cruz do Monte, ele fica o tempo todo calado, olhando para o céu como que aguardando algo... Que virá do alto....Pitangui é o meu lar, a minha terra, o meu lugar, a minha floresta de águas límpidas.Quantos amigos, quantos maravilhosos amigos espalhados.Como não lembrar do Eucalipto que vive nas proximidades da escola agrícola, ou da Embaúba que tranquilamente passa a vida dentro da mata da Gameleira.Sem dizer os abacateiros, e as jaticabeiras, dentro de praticamente todos os quintais de Pitangui.É em Pitangui que eu gostaria de estar...Lugar acolhedor igual Pitangui não há.Dizem que além do campo do Caveira tem um Cedro vindo diretamente do Líbano, mas, isto eu conto outro dia...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por comentar nossa postagem. Ah... não se esqueça de se identificar.