Seguidores

terça-feira, 1 de novembro de 2011

Receita de biscoito de queijo



As fotos desta postagens são de Vandeir Santos


Embora eu tenha o meu foco voltado para a questão histórica, desta vez eu resolvi aproveitar este importante canal para divulgar o que considero um patrimônio gastronômico-cultural do município: a receita do biscoito de queijo.

Minha mãe nasceu e se criou no distrito de Campo Grande em uma época em que a preparação das mulheres visava sempre a boa administração do lar, o que tornava a culinária uma arte obrigatória a ser aprendida. Segundo ela, a receita do biscoito de queijo ela aprendeu com a “Tina do Ovídio”, quitandeira daquele lugarejo que no início da década de 40 fazia os biscoitos para serem vendidos no estabelecimento mantido pelo meu tio Quelé.

Aos gastronômicamente corretos informo que não é uma receita “light” e se encontra na sua forma original; demandando gordura suína, ovos caipiras e subproduto de leite “in natura” (diretamente da vaca). Nada impede aos dominadores da cultura culinária de substituir os elementos originais por outros mais saudáveis ou fáceis de se encontrar, neste caso não há como garantir resultados compatíveis com a fórmula original. Afinal de contas, o que é bom e não engorda?



Ingredientes:

2kg de polvilho

2 colheres de sopa de sal

700gr de manteiga

300gr de gordura de porco

10 ovos caipiras

Qualhada de 2 litros de leite “in natura”

1kg de queijo curado ralado grosso





Modo de preparo:

Utilizando uma gamela ou outro recipiente qualquer que suporte esforço, tempere o polvilho com o sal, coloque a gordura e a manteiga e misture até ficar bastante homogêneo.


Dona Santa, mãe de Vndeir,preparando a massa


O próximo passo é colocar os ovos e a qualhada, que não poderá estar totalmente drenada, é importante que ela contenha um pouco de soro. Misture os ovos com a qualhada e comece a sovar a massa até que ela fique no ponto de ser enrolada. Neste ponto pode ser que seja necessário mais ovos se a massa ainda estiver seca.



A massa pronta


 A massa estando no ponto, basta acrescentar o queijo, misturar bem, e enrolar os biscoitos. Eles podem ser retos, em forma de “U” ou redondos como originalmente eram feitos em Campo Grande. Leve ao forno, em tabuleiros, com temperatura por volta dos 250º e o tempo vai depender de cada forno, tomando o cuidado de deixar a parte de cima um pouco mais distante do teto.


Dona Santa enrolando os biscoitos

Dicas importantes: a qualhada é importante para dar a consistência de pão de queijo ao biscoito, permite que ele fique macio, mas por outro lado não suporta bem a estocagem por mais dias, se tornando duro como o próprio pão de queijo.



Biscoitos assados

A não utilização da qualhada resulta em um biscoito mais seco, quebradiço, mas que se mantém estável por mais tempo. Existe uma variação da receita onde a gordura e a manteiga são substituídas por banha de porco (sem a capa) o que resulta em um biscoito mais seco e fibroso.


Vandeir Santos.




18 comentários:

  1. LEGAL VANDEIR, dê um abraço e um beijo carinhoso por mim na Dona Santa e diga a ela que um amigo seu vai levar a receita dos biscoitos esta semana ainda(no computador mesmo) para a Dona Aparecida, senhora minha mãe que é natural e reside lá na pequenina Cordisburgo, terra do Guimarães Rosa e da Gruta de Maquiné. Com este tempinho frio, um cafezinho e um biscoitinho (e a minha mãezinha do lado)........AI MEU DEUS..... QUE VONTADE...
    Geraldo Wagner.
    Agora em Betim/MG.

    ResponderExcluir
  2. Que maravilha heim! Parece até que estou sentindo o cheiro desse biscoito e desse café!

    ResponderExcluir
  3. Este biscoito tem a cara de Minas, a receita é diferente, porém simples e fácil de fazer, dá água na boca. Obrigada Dona Santa por compartilhar a receita com as pessoas, vou testar essa iguaria, adoro biscoito de queijo. Um grande abraço.

    ResponderExcluir
  4. Gente, esse biscoito da minha Tia Santa é maravilhoso....não existe nada igual...façam, pois irão adorar!!!Tem gostinho de roça...me deu até vontade de comer..."Tia Santa.....tô com saudade do biscoito da senhora....rsrsrs"

    ResponderExcluir
  5. Pessoal, esqueci de colocar o meu nome no comentário acima...Regina Campos de Contagem

    ResponderExcluir
  6. Gente, não é porque é minha avó não, mas o biscoito é delicioso. Com um cafezinho feito na hora então... nem se fala! Muito bom!!!! Gigi

    ResponderExcluir
  7. Dona Santa, a senhora está de parabéns, porque realmente o biscoito é uma delícia.
    Malta.
    Betim/MG

    ResponderExcluir
  8. Obrigado a todos pelos elogios ao biscoito de minha mãe. Além de culinária ela tem inúmeras histórias interessantes que futuramente serão publicadas no blog. Aguardem.
    Vandeir

    ResponderExcluir
  9. Quem já provou deste biscoito sabe que realmente é divino!!
    Celeste Magela

    ResponderExcluir
  10. Dona Santinha tem talento e o biscoito é uma delícia.

    Valéria

    ResponderExcluir
  11. Este biscoito da Dona Santa deve ser uma delícia mesmo, acompanhado de uma cafezinho passado na hora...huuummmmm....

    ResponderExcluir
  12. MARAVILHA DE BISCOITOS, FEITOS PELA SANTA MÃO DE D. SANTA.EXPERIMENTEI OS ORIGINAIS, OFERECIDOS PELO AMIGO VANDEIR. OBRIGADO D. SANTA, PELA MINEIRIDADE E SIMPATIA.
    AFETUOSO ABRAÇO, RÉGIS LOBATO E ESPOSA.

    ResponderExcluir
  13. Parabéns Vando! Grande idéia divulgar a receita do biscoito da D. Santa. É uma maravilha mesmo. Só sabe quem já teve a oportunidade de provar e repetir. Vc tem razão, a qualhada é fundamental, não dá pra substituir por yogurte, pois o biscoito fica todo esfarelando. O mais gostoso é no formato reto. Fala com a Madá pra não trocar os ingredientes originais. Dê os parabéns para a D. Santa. Abç Maria Laura

    ResponderExcluir
  14. Olá !
    Sou de Campo Grande e o nome deste Biscoito é Chipa.
    Sua origem é Paraguaia.
    Esta receita parece ser muito boa.

    ResponderExcluir
  15. Vando, fala para a Tia Santa fazer um monte para eu comer quando voltar. Roberto Campos Cnagem

    ResponderExcluir
  16. Vandeco,
    Dona Santa está de parabéns!!!
    Esses biscoitos são maravilhosos!!
    Agradeça a sua mãe e diga que ela e vc, alegrou muitos dos nossos cafés da manhã na fábrica com essa delícia... Saudades!!
    Grande abraço!

    ResponderExcluir

Obrigado por comentar nossa postagem. Ah... não se esqueça de se identificar.