Seguidores

sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

Alunos do CEPFS entrevistam o Sr. Carlito

Em setembro de 2011 tive a oportunidade de orientar um grupo de alunos do CEPFS na 3ª Olimpíada Nacional em História do Brasil. A equipe "Jéssica e os Meninos" produziu uma matéria para o jornal "Gazeta do Jovem Historiador", atividade da quarta etapa da olimpíada. A equipe, composta por Jéssica Cezar Fonseca, Pedro Ernani e Pedro Viegas desenvolveu uma materia com o senhor Carlos Pereira, o Carlito, dono da selaria mais antiga de Pitangui. Abaixo apresento a materia produzida por eles.




-------------------------------------------

PARTICIPANTES DA OLIMPÍADA FAZEM ENTREVISTA ESPECIAL


Foto 1: Sr. Carlito, Jéssica & Os Meninos
 Na tarde de sexta-feira, 9 de setembro, os integrantes da eqipe "Jéssica eos Meninos" entrevistaram o senhor Carlos Pereira, mais conhecido como Sr. Carlito, de 86 anos, que trabalha em sua selaria instalada em sua casa. Ele nos contou um pouco sobre sua vida e seu trabalho, além de nos mostrar fotografias e máquinas usadas em seu cotidiano.
Ele nos explicou que sua selaria ainda está em funcionamento, contudo, já foi maior chegando a empregar três pessoas: Maurício, Francisco de Paula e seu pai, Antônio Mariano; todos já falecidos. Com orgulho, nos falou sobre os primeiros tempos da selaria:


 
"Era um trabalho difícil, que exigia dedicação para obter o domínio
técnico do ofício, mas o trabalho árduo era recompensador, pois,
a oficina erareferência em toda cidade e região e o trabalho rentável."


Atualmente, somente o senhor Carlito trabalha na selaria, que é a única em funcionamento na cidade. Ele queixa-se de que ninguém quer aprender este ofício,pois, já não é um trabalho tão rentável e as pessoas não têm tempo disponível para se dedicar ao aprendizado.
O senhor Carlito nos informou que continua trabalhando praticamente com as mesmas ferramentas que adquiriu quandomontou a selaria, inclusive, ainda utiliza uma máquina de costura adquirida por seu pai em 1914, uma verdadeira relíquia.

Foto 2: Selaria do Carlito, em PitanguiM.G., fundada em 1941

Visitar a selaria foi uma verdadeira viagem no tempo, onde pudemos contemplar uma vida de trabalho através de ferramentas, prateleiras, retalhos de couro e a antiga máquina de costura. Percebe-se que o processo produtivo era bem artesanal, cada detalhe feito manualmente usando a ferramenta específica.
Preservar antigos locais de trabalho é uma forma de manter viva a história de nossa cidade e região. Com certeza a entrevista com o Sr. Carlito nos foi muito instrutiva, pois, sua selaria nos permitiu lançar um outro olhar sobre antigos locais de trabalho e a rotina dos mesmos. A selaria do Sr. Carlito está em atividade desde 1941.


Foto 3: Máquina de costura de 1914.





FONTE:
Textos e fotos (1 e 2): Jéssica Cezar, Perdo Ernani e Pedro Viegas
Foto 3: Licinio Filho

Um comentário:

  1. Boa e importante iniciativa da escola em estimular os alunos a conhecerem a sua história. Ótimo projeto pedagógico. O sr. Carlito é um artista!

    ResponderExcluir

Obrigado por comentar nossa postagem. Ah... não se esqueça de se identificar.