Seguidores

segunda-feira, 26 de março de 2012

A origem da família Lobato de Pitangui



Membros da família Lobato em Pitangui

     Quem procurar informações sobre os Lobato em Pitangui, verificará que esta família se encontra na cidade desde o século 18, tendo como representante o Sr. João Fernandes Lobato. Porém este cidadão não fixa raízes na cidade, nem mesmo seu inventário é encontrado no arquivo. É provável que tenha se deslocado para cidades vizinhas do centro-oeste mineiro sendo o responsável pela existência dos Lobato em outras cidades da região.

Escudo da família Lobato

     O atual ramo pitanguiense desta família descende do português Mathias José de Souza Lobato que aportou por aqui por volta da década de 40 do século 19. A sua origem lusitana está registrada em diversos documentos que se encontram guardados no arquivo da cidade. Em uma procuração datada de 24 de janeiro de 1854, Mathias e sua mulher Amélia fazem “... a saber na corte do Rio de Janeiro a Antônio Godinho da Silva e Bernardo Xavier Rebelo Júnior, em Vila de Valadares, Província do Minho no Reino de Portugal – a Vitorino José de Souza Lobato, Bento José de Souza Lobato, Ayres José de Souza Lobato...” , estes últimos eram irmãos de Mathias.  Um detalhe deste documento é que ele tinha por objetivo resolver pendências da herança deixada pelo pai dos irmãos, o Sr. Antônio José de Souza Lobato cuja mulher era D. Ana Rocha Sá Souza. Já em outro documento datado de 22 de março de 1886, estes nomes são grafados de forma diferente: “...cede e transmitte a José Torquato de Souza Lobato, todo direito e acção que elles outorgantes tem á herança de seus finados avós Antônio de Souza Lobato e Anna Joaquina da Rocha, fallecidos no lugar do – Rego – Freguezia de São Martinho de Alvaredo, Comarca de Melgaço no Reino de Portugal;...”. Percebe-se uma diferença nos nomes dos patriarcas portugueses nos dois documentos, sendo que ora nomes são acrescentados, ora são subtraídos. Quanto à divergência dos nomes das localidades, a explicação se dá através de um decreto de 24 de outubro de 1855 que suprimiu o Concelho (município) de Valadares e transferiu a paróquia de São Martinho de Alvaredo  para o Concelho de Melgaço, ambos na então Província do Minho. (fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Alvaredo).

Mapa de Portugal com o município de Melgaço em vermelho ao norte
     Resumindo, os Lobato tem a sua origem no lugar do Rego, freguesia (distrito/bairro) de São Martinho de Alvaredo, no atual município de Melgaço, distrito (estado) de Viana do Castelo, no extremo norte português, fazendo divisa com a Espanha.
Fonte: Wikipédia e arquivo da cidade de Pitangui 
Vandeir Santos
Nos seus 300 anos, as histórias e estradas de Pitangui também são Reais 
   

36 comentários:

  1. Parabéns pela postagem, Vandeir! Começou em grande estilo.Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Minha bisavó pertence a esta família. Ela escreveu um diario onde conta sua vida. Quem se interessar pode ler na minha página http://espacodeturismo.blogspot.com.br/p/conceicaode-souza-lobato-sombras_38.html

      Excluir
    2. Minha bisavó pertence a esta família. Ela escreveu um diario onde conta sua vida. Quem se interessar pode ler na minha página http://espacodeturismo.blogspot.com.br/p/conceicaode-souza-lobato-sombras_38.html

      Excluir
  2. Parabéns pela pesquisa Vandeir! Mto boa...

    ResponderExcluir
  3. Gostei de sabe da origem do sobrenome, caso tenha mais alguma, poste no blog, achei muito bom e interessante.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  4. Obrigado a todos pelas palavras de incentivo. A família Lobato ainda será tema de outra matéria futura. Quanto as demais famílias pitanguienses, na medida que for possível encontrar dados concretos que possam sustentar uma matéria com certeza esta será postada.Um abraço,
    Vandeir

    ResponderExcluir
  5. Parabéns, Vandeir.
    Belo trbalho de pesquisa.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  6. Felipe Ferreira Lobato

    muito legal, gostei da pesquisa

    ResponderExcluir
  7. Foi muito boa a pesquisa.
    Quanto as fotos dos representantes, vê-se na primeira linha, da esquerda para direita, Dagmar e Raimundo Lobato (meu tio). Na segunda linha também da esquerda para direita, Sebastião Lobato – Tião do Amador (meu pai), não identificado, Rosalina Lobato (Rosa minha tia). Na terceira linha, seguindo a mesma ordem, não identificado, não identificado e Amador Lobato – Nô do Amador (meu tio). Na última linha, não identificada, Raul Lobato, Candido Lobato – Dico (meu tio).
    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro Norberto, caso ainda possa interessar, a mulher que você não identificou, que aparece na terceira linha, é Leonor de Freitas Lobato (minha avó). Grande abraço.

      Excluir
  8. Obrigado pela visita Norberto. Eu tenho as cópias dos títulos de eleitor destes Lobatos, caso queira posso lhe enviar, basta me fornecer um e-mail.
    Um abraço,
    Vandeir

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Vandeir.

      Gostaria sim. Pode enviar para norbertolobato@gmail.com

      Norberto

      Excluir
  9. Norberto, meu querido irmão, a senhora ao lado do Raul Lobato, que vc não identificou é a Aurora Lobato (nossa querida Lóia)que imagino, de todos postados, é a unica viva. Meu grande respeito a essa grande mulher de 95 anos.Aos responsáveis pelo blog meus parabéns e muito obrigada por nos fornecer essa rica informação sobre nossa familia. Abraços. Claret Lobato

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Claret, sou Teresa Lobato, do norte de Portugal, e meu bisavô materno chamava-se José de Sousa Lobato e era natural de Melgaço. Tinha um tio que se chamava Mathias de Sousa Lobato. Só podemos pertencer ao mesmo ramo da família! Deixo-lhe o meu email no caso de me querer contactar.
      Abraço!

      Excluir
    2. Gostava imenso de a conhecer. Pertenço ao ramo da família que partiu para a Índia ( Manuel Lobato de Faria natural do distrito de Viana do Castelo)em 1694.
      Vou tentar contactá-la através do" facebook"
      Um abraço

      Excluir
  10. Caros Confrades
    Gostaria de saber se tem mais alguns dados sobre esses Sousa Lobato, da quinta do Rego- Alvaredo-Melgaço, esse Matias que foi para o Brasil deve ser o 4° com esse nome, seu avô,bisavô e trisavô, tinham o nome Matias, o 1° era irmão do capitão João de Sousa Lobato, um dos homem mais rico naquela região, era senhor da casa de Ladreda, na freguesia de Tangil-Monção, casa essa que vinha dos Soares de Tangil.
    Victor

    ResponderExcluir
  11. Victor,
    Existem duas pessoas que estudam a genealogia dos Lobato de Pitangui. Por favor nos informe um e-mail para que estas pessoas entrem em contato com o senhor.
    Obrigado, Vandeir

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro Vandeir Santos
      Como eu também tenho um ramo da família Sousa Lobato. em Portugal há a Genea .pt ou net, e ai pedir para entrar em contacto com o autor badim, e assim eles vão entrar em contacto, assim os E-mail ficam entre nós.
      Victor

      Excluir
    2. Vandeir, sou Teresa Lobato, de Portugal. Nasci no norte, e meu bisavô materno chamava-se José de Sousa Lobato, nascido em Melgaço. Gostava muito de entrar em contacto com as pessoas que estudam as origens da família. Acho que podemos ser do mesmo ramo familiar.
      Obrigada e um abraço!

      Excluir
    3. Teresa, a pessoa que poderia te ajudar seria o Régis Lobato: regislobato@terra.com.br. Se possível me mande o seu e-mail para que eu possa lhe enviar alguns documentos: vandeir.santos@yahoo.com.br

      Excluir
  12. Caro Vandeir
    Eu tinha enviado um E-mail ao Norberto Lobato, mas não tive resposta, tinha enviado para o endereço que ele lhe tinha enviado o 11/06/2012, ele deve tero meu E-mail.
    Cumprimentos
    Victor Gomes (França )

    ResponderExcluir
  13. Victor,
    não sei até que ponto o Norberto conhece a genealogia da família, as pessoas mais indicadas para este assunto, até onde eu sei, é o ex-prefeito de Pitangui, Dr. Joaquim Lobato que levantou farta documentação e também Francisco Régis Lobato que também se aprofundou no assunto. Caso queira privacidade, por favor me informe o seu e-mail através do meu endereço: vandeir.santos@yahoo.com.br

    ResponderExcluir
  14. Sou de uma jovem geração dos Lobatos que veio para o Brasil,mas estou feliz por ter muitos primos espalhados pelo mundo.´Soube recentemente que um de nossos antepassados participou do caminho das Índias.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sou descendente de Manuel Lobato de Faria que embarcou para a Índia em 1694 onde serviu no exército e na marinha.Nasceu no concelho de Melgaço tal como os que foram para o Brasil. Devemos ser parentes.

      Excluir
  15. Estava aqui pesquisando a origem do meu sobrenome. Me chamo Patrícia Marques Lobato, sou do norte de Minas Gerais, provavelmente uma descendente do Sr. João Fernandes Lobato.
    Na cidade onde moro tem muita gente com o meu sobrenome, acredito que sejamos todos descendentes do Sr. João Fernandes Lobato.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Patricia, um dos representantes da família Lobato veio para o Brasil com a comitiva de D. João VI e provavelmente deve ter deixado descendentes aqui no Brasil. Aqui mesmo no centro oeste mineiro existem registros de outros Lobato. A família é muito grande.

      Excluir
  16. pesquisa muito interessante estão de parabéns !!!
    também gostaria de saber um pouco mais sobre a minha família de sobrenome Megale se tiverem alguma informação por favor postem aqui que estou sempre acompanhado ou então so mandar para o meu email igormegale@yahoo.com.br .
    Desde já agradeço !!!

    ResponderExcluir
  17. Como saber dos Lobato que vieram para Igarape-miri aqui no estado do Paráo /

    ResponderExcluir
  18. Olá pessoal, Me chamo Deyvisson Lobato de São Luís / MA. Minha avó possui o sobrenome e é de uma cidade próxima chamada Axixá. Se alguém souber como vieram parar aqui me avisem. Abraços!

    ResponderExcluir
  19. Oi boa noite,eu Araken de Araújo Lobato sou do RN , meu avô chamava se Joaquim de Araújo Lobato gostaria muito de saber a origem
    Arakenlobato@hotmail

    ResponderExcluir
  20. Bela postagem. Meus avós (Avelina do Nascimento Lobato - dona Sinhá - e Gutemberg Lobato Xavier) sempre moraram em Pitangui, em frente ao hospital de Pitangui. Meu pai é Lindemberg Libério Lobato. Quem quiser trocar informações da familia lobato ficarei feliz. Meu e-mail é quimicoufmg@yahoo.com.br

    ResponderExcluir
  21. Caramba. To aqui em Portugal. Na cidade do Porto. E Melgaço está tão distante. Será que não tem nada por aqui da Familia Lobato?

    ResponderExcluir

Obrigado por comentar nossa postagem. Ah... não se esqueça de se identificar.