Seguidores

domingo, 27 de maio de 2012

Lançamento do livro Fazenda do Laranjo - Patrimônio Cultural de Pompéu


            No dia cinco de maio último ocorreu em Pompéu, no Centro Cultural Dona Joaquina do Pompéu, o lançamento do livro Fazenda do Laranjo – Patrimônio Cultural de Pompéu – Organização de Cláudio Listher Marques Bahia.

Foto: Vandeir Santos

            A obra faz uma abordagem técnica de todo o planejamento que foi necessário para a transferência do casarão da Fazenda do Laranjo para a área urbana da cidade aonde veio a constituir o Memorial Dona Joaquina de Pompéu, parte integrante do Centro Cultural Dona Joaquina de Pompéu ao lado de outra estrutura de linhas modernas que abriga a administração daquele centro. A fazenda foi construída por Antônio Cândido de Campos Cordeiro, bisneto de Joaquina do Pompéu, na segunda metade do século 19 e se encontrava em terras que serão inundadas pela hidrelétrica a ser construída pelo consórcio Retiro Baixo o qual investiu dois milhões de reais no projeto de transferência do casarão.

Memorial Dona Joaquina do Pompéu Foto: Vandeir Santos

            Na ocasião do lançamento representaram Pitangui o Sr. Manoel Ricardo da Rocha Fiúza, presidente da SAP e do Conselho Municipal do Patrimônio Histórico de Pitangui, o historiador Pitanguiense Marcos Antônio de Faria (Barrica), e eu como representante do blog daquidepitangui. O evento teve início com as palavras do secretário municipal de cultura e desportos, Paulo Maurílio campos e Sousa, posteriormente discursou o prefeito municipal Joaquim Campos Reis, sendo seguido pelo Dr. Marcos Paulo de Sousa Miranda, promotor responsável pela Promotoria Estadual de defesa do Patrimônio Cultural e Turístico de Minas Gerais. Por último palestrou o organizador da obra, o arquiteto Cláudio Listher Marques Bahia.

Arquiteto Cláudio Listher Marques Bahia - Organizador da obra 
Foto: Vandeir Santos


Manoel Fiúza, Prefeito Joaquim Campos Reis, 
Harold Benjamin Chagas de Magalhães e Hugo de Castro 
Foto Vandeir Santos

            Organização do evento ficou a cargo de Hugo de Castro, coordenador do Centro Cultural Dona Joaquina de Pompéu e presidente do Conselho do Patrimônio Cultural, Artístico e Histórico de Pompéu. Figura jovem, de espírito dinâmico, que vem desenvolvendo um importante papel na preservação da história e da cultura de Pompéu. Fica o exemplo desta iniciativa para as demais cidades da região, principalmente Pitangui, para que pessoas de mente aberta estejam atentas para as oportunidades de se preservar, valorizar e disponibilizar para o público os recursos históricos e culturais de cada cidade.

Vandeir Santos
Nos seus 300 anos, as histórias e estradas de Pitangui também são Reais

Um comentário:

Obrigado por comentar nossa postagem. Ah... não se esqueça de se identificar.