Seguidores

domingo, 24 de junho de 2012

Jornalista lança livro sobre a história do tombamento do centro histórico de Pitangui

Ainda, dentro das comemorações dos 297 anos de Pitangui, o jornalista Marcelo Freitas, lançará na próxima quarta feira, dia 27, 19:00 horas, no CVT Irene Lopes Cançado, o livro "A construção do tombamento". Mais informações leia o texto de divulgação baixo da imagem. Este é o primeiro título de uma série, que retratará aspectos da história de Pitangui. Prestigiem.


A história do processo de tombamento do centro histórico de Pitangui está sendo contada em detalhes no livro “A construção do tombamento”, que o jornalista Marcelo Freitas lança nesta quarta-feira, 27, em Pitangui. O livro faz um histórico da evolução urbana de Pitangui até o ano de 2008, quando ocorreu o tombamento, em meio a uma polêmica que envolveu o Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais (Iepha), a Prefeitura e os proprietários de imóveis localizados na área tombada. A construção do tombamento mostra como foi esse processo e lança um olhar sobre o futuro. Parte da ideia de que o tombamento, mais do que um ato jurídico, é um processo em permanente construção. O livro será lançado no auditório do CVT, na rua Lacerdino Rocha, em Pitangui. À 19h30, o autor fará palestra sobre o tema “Os desafios do tombamento”. Em seguida, haverá o lançamento.
O autor é filho de famílias pitanguieses. É jornalista, formado pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Trabalhou nos jornais Diário do Comércio, Hoje em Dia, O Tempo e Estado de Minas. Foi professor do curso de jornalismo da Faculdade Estácio de Sá de Belo Horizonte e diretor do Centro de Comunicação (Cedecom) de UFMG.
Para ele, o livro deve ser lido com um olhar sobre o passado e outro sobre o presente e o futuro. “O tombamento de um centro histórico, como o de Pitangui, é um processo contínuo. Quais são as próximas etapas? Como eu me coloco nesse processo? Em que medida eu posso contribuir? Para que não haja frustração de expectativas e se possa, ao mesmo tempo, comemorar os avanços, é assim que o tombamento do centro histórico de Pitangui deve ser visto – como um processo em construção”, ressalta o autor.
A construção do tombamento” é o primeiro livro série Pitangui 300 anos, que a Comunicação de Fato Editora pretende publicar até junho de 2015, quando o município completa seus três séculos de fundação. O segundo título, que irá contar a história do teatro e do cinema em Pitangui, está sendo escrito pelo historiador Licínio Filho, do blog “Daqui de Pitangui”. Estão previstos, também, livros sobre a fábrica de tecidos, o futebol amador e a estrada de ferro, entre outros temas.

Mais informações:
Comunicação de Fato Editora – (31) 8911-5810


2 comentários:

  1. Muito bem lembrado, Licínio! O tema e o evento merecem destaque e a presença do público.

    ResponderExcluir
  2. Léo,
    este livro é mais uma contribuição para a memória pitanguiense.

    ResponderExcluir

Obrigado por comentar nossa postagem. Ah... não se esqueça de se identificar.