Seguidores

terça-feira, 26 de junho de 2012

O Menino Pitangui


 Rumo aos 300 anos.
Foto: Léo Morato.

De uns tempos pra cá, notoriamente, mais e mais pessoas estão abraçando as causas culturais, sociais e históricas relacionadas à Pitangui. Ou seja, tem muita gente "vestindo a camisa", até O MENINO PITANGUI, está se manifestando. Sim, ele mesmo, que nasceu em Pitangui na primeira metade do século passado. Não sei quem ele é, ainda não descobri, mas tenho alguns suspeitos. Só sei que ele está fazendo contato com algums pessoas, por e-mail e está confundindo a cabeça do povo. Se é real ou se é uma espécie de saci-pererê, curupira, ou velho do saco, aí são outros 300. Velho do saco não! Outros 300 não! Já estou misturando as coisas, porque o correto é VELHO PITANGUI, um outro personagem dessa história de PITANGUI + 300. Só sei que a coisa tá aluindo e a SAP já aderiu a ideia Pitangui + 300. Iniciativas para somar e enaltecer a nossa terra são muito bem vindas, afinal: "Nos seus 300 anos as histórias e estradas de Pitangui também são reais" (Vandeir Santos). Leia o conto abaixo para entender um pouco sobre o assunto (ou para ficar mais confuso/a). Por enquanto só nos resta esperar que o tal Menino Pitangui, ou o tal Velho Pitangui apareçam de novo para continuarmos a prosa.

Meninos Pitangui
Foto: Léo Morato.

Gente do céu, foi acontecido!

O que eu vou contar para Vocês é inacreditável, e não acreditem não, que não é para acreditar. De algum tempo para cá tenho recebido umas correspondências intermitentes de um tal Menino Pitangui que eu estava julgando que fosse alguém se escondendo atrás de um pseudônimo. Mas este menino diz coisas do outro mundo, mas de boas! De coisas do outro mundo só tem vindo coisa ruim. Credo!!!  Não preciso provar. Basta ver os jornais nacionais e congêneres para constatar quão, nem sei dizer, estapafúrdias andam as coisas, se é que isso pode se chamar andar! Eu mexo e remexo o tal do meu computador na esperança de encontrar alguma luz, alguma saída para o beco sem saída. O beco não tem saída, mas dizia um meu velho amigo lá de Pium-hi, que ”não há curral sem porteira, nem casa sem janela e, que não há confusão, que com calma não se saia dela”. Há muitos anos que venho acreditando nesta conversa do Pium-hi, mas já estava, é verdade, perdendo a fé nesta conversa deste amigo. Isto, pensava eu, é para ir nos engambelando enquanto a gente vai caminhando iludido para cair no buraco sem fundo.

Agora é que a coisa se complicou mesmo. Escute só o que aconteceu. Viro e reviro o tal do computador e deparo-me com uma notícia que falava do tal Rio+20. Quando eu estava lendo aquela baboseira toda, hoje para a gente comer um grama de filé na tal da mídia V. é obrigado a engolir 999 gramas de muxiba, e muxiba estragada, que nem para fazer paçoca no pilão feito de madeira de tronco de pequi, socada com mão de aroeira, serve. Até lá nós chegamos. Mas foi aí que aconteceu a coisa. Previno, não acredite, pois eu mesmo não estou acreditando: - passou perto de mim, ligeiro que nem um saci, o tal do Menino Pitangui. E sabe o que ele sussurrou:  Velho Pitangui, Rio+20 não. É Pitangui+300!!! O meu corpo até arrepiou e quando eu quis dialogar com o menino, que eu acho que é o tal Menino Pitangui, pois ele de tanto não ser escutado está ficando até atrevido, foi logo me chamando de velho, ele já ia longe, com uma toalha nas costas, certamente para se banhar lá no rio Pará, que outrora se chamou rio Pitangui, o rio dos Meninos. E eu fiquei gritando, certamente sem ser ouvido: Moleque atrevido! Moleque atrevido! Vem cá, que eu te ensino a respeitar os mais velhos! Foi ai que caiu a ficha; não é que esse menino está certo... Eu, ingrato, estava desprezando o que eu não entendi. O negócio para nós, é a formula para 2015: Pitangui+300. E eu já estou quase indo mais ligeiro com o susto que este menino me deu. Pitangui+300, por enquanto. Tomara, Menino Pitangui levado, mas Deus seja louvado! É, sou mesmo o Velho Pitangui. Ainda bem que existe o Menino Pitangui!
Salomão morrendo, Salomão aprendendo!

8 comentários:

  1. O mais interessante desta história é que estamos assistindo ao parto da veia literária do Léo...vindo à luz junto com o "Menino Pitangui".
    Como diria o filósofo: O mundo está prenhe de ideias é preciso parteiros...
    Parabéns, meu caro amigo, quero ler\saber mais destas e de outras coisas que o menino te conta.
    Abração.

    ResponderExcluir
  2. Aposto que isso é coisa do Menino Pitangui, Licínio! Aliás, acredito que seja isso mesmo que ele queira: trazer à luz novas ideias, novas atitudes. Neste post falei do "santo", no próximo falo do "milagre" ou seja, sobre o primeiro contato do Menino Pitangui!
    Abraço.

    ResponderExcluir
  3. Licinio, que coisa boa este parto, este menino vir à luz,ou melhor, entrar no mundo pelo portal nobre de Pitangui que é o Daqui...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso mesmo,caro Manoel. Que ele cresça e ande conosco, como naquele poema de Fernando Pessoa:

      "A Criança Nova que habita onde vivo
      Dá-me uma mão a mim
      E outra a tudo que existe
      E assim vamos os três pelo caminho que houver,
      Saltando e cantando e rindo
      E gozando o nosso segredo comum
      Que é saber por toda a parte
      Que não há mistério no mundo
      E que tudo vale a pena."

      Fraterno abraço.

      Excluir
  4. O Importante é valorizar, vestir a camisa, melhorar, fiscalizar, divulgar.... Pitangui e sua história! De uns anos para cá percebemos que a alta estima está voltando e que Pitangui está entrando no circuito nacional! E tudo isso acontece graças a população e os principais e sérios meios de comunicação! Vamos continuar crescendo com responsabilidade PITANGUI! ACREDITAMOS NO CRESCIMENTO CONTINUO! Mais meninos de velhos de Pitangui tem que surgir! Abraço!

    ResponderExcluir
  5. Hahaha! Muito bom! Fica a dica para o pessoal que produz vídeo-documentários: as histórias do Menino Pitangui.

    ResponderExcluir
  6. Muito legal esse Menino Pitangui. Ele tem um estilo muito rebuscado. Que bom! Acho que ele é daquidepitangui. Abçs.
    att. NICODEMOS ROSA.

    ResponderExcluir
  7. Como disse o amigo Dênio Caldas: É o vírus "Velho Serrano" contagiando os moradores da cidade!

    ResponderExcluir

Obrigado por comentar nossa postagem. Ah... não se esqueça de se identificar.