Seguidores

quinta-feira, 13 de setembro de 2012

A restauração da Igreja foi reiniciada

 Interior da Igreja.

Na segunda feira dia 10, passando alí pelo largo do São Francisco tivemos uma grata surpresa ao presenciar a retomada das obras da igreja. Iniciada em março de 2010 e custeada pelo Governo do Estado de Minas Gerais a primeira fase do restauro tratou da parte estrutural, recuperando o reboco das paredes e o telhado.

Reboco e telhado prontos.

Parada há um ano e meio aproximadamente, a continuidade da obra aguardava a  aprovação de recursos financeiros. Não obtivemos as informações específicas sobre a liberação da verba, mas as orações dos pitanguienses certamente devem ter colaborado!

 
 Placa da obra.

A obra está sendo executada pela Viotti Edificações Ltda, sob a fiscalização do IEPHA, vinculado ao Governo do Estado e esta fase que tem a previsão de quatro meses de duração, está orçada em  R$ 213.441,57 e cuidará da reforma das esquadrias e pintura.

 
 Frontispício da Igreja.
Fotos: Leonardo Morato.

Em uma conversa informal no centro da cidade, soubemos que haverá alterações posteriores no adro da igreja, acrescentando uma escadaria de pedras sabão para adequação à estrutura original, quando o templo foi erguido no século XIX. Com o pensamento positivo, aguardaremos o desfecho deste importante capítulo da história de Pitangui rumo aos 300 anos.

O espaço no Blog está aberto para complementações ou retificações nesta postagem, através do nosso e-mail ou nos comentários sobre o post.

3 comentários:

  1. Mas se tivesse caido um casarão
    ou aberto um buraco no chão
    o assunto estaria bombando na grande rede
    pelos comentários dos especialistas de plantão

    Êêê Pitangui!!!

    ResponderExcluir
  2. Muito boa matéria, Leonardo. É um patrimônio nosso, é um patrimônio da cidade e merecia toda essa restauração, pois a Igreja de São Francisco de Assis é de suma importância para o contexto histórico e turístico de Pitangui.

    ResponderExcluir

Obrigado por comentar nossa postagem. Ah... não se esqueça de se identificar.