Seguidores

sexta-feira, 16 de novembro de 2012

A trajetória política de Gustavo Capanema

Gustavo Capanema foi um dos políticos mineiros mais influentes do século XX. Pitangui não soube tirar proveito de Capanema ou foi ele que não se importou com Pitangui? Esta pergunta não se cala em minha cabeça. 
Abaixo, reproduzimos um pequeno artigo publicado na Revista de História da Biblioteca Nacional em 28/08/2007.

-------------------------------------------------


Natural de Pitangui, Minas Gerais, Capanema (1900-1985) formou-se em Direito em 1924 e foi eleito vereador em sua cidade natal. Com a posse de Olegário Maciel no governo de Minas, em setembro de 1930, Capanema é convidado para chefe-de-gabinete do presidente do estado. Participa da Revolução de 1930 nessa função, e logo depois, em 1932, é nomeado secretário de Interior de Minas. Com a morte de Olegário Maciel em 1933, Capanema assume interinamente o governo, até que, em dezembro do mesmo ano, Getulio Vargas nomeia Benedito Valladares como interventor em Minas Gerais. Em 1934, Capanema assume o cargo de ministro da Educação. A saída do ministério em 1945 não o afastou da política. Após o fim do Estado Novo, filiou-se ao Partido Social Democrático (PSD), passando por sucessivos mandatos parlamentares. Em 1964, apoiou o golpe que depôs o presidente João Goulart. Logo depois, com a instituição do bipartidarismo, filiou-se à Aliança Renovadora Nacional (Arena), partido que apoiava o regime militar. Permaneceu na Câmara dos Deputados até 1970. Em seguida, sempre por Minas Gerais, obteve um mandato no Senado, onde permaneceu até 1979, ano em que encerrou sua carreira política.

FONTE:

http://www.revistadehistoria.com.br/secao/conteudo-complementar/a-trajetoria-politica-de-capanema,acessado em 12/11/2012.

11 comentários:

  1. Detalhe,foi o ministro que mais tempo se manteve no cargo no Brasil.
    Na minha opinião, a única coisa relevante que ele fez por Pitangui foi a bomba relógio que hoje se encontra debaixo da cidade. Foi através dele que a prefeitura conseguiu verba para o capeamento dos córregos do centro de Pitangui, os quais os pitanguienses mais novos só ficaram conhecendo com os últimos problemas que estas obras deram este ano. O serviço de capeamento não previu a concretagem do leito dos córregos. Este foi o maior "presente" de Capanema aos pitanguienses.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vandeir,
      pelo menos isto ele fez. Para a época o capeamento deve ter sido importante, talvez não tivesse um engenheiro na cidade para coordenar os trabalhos. Estou levantando hipóteses.
      Abraço.

      Excluir
  2. Pois é Vandeir, o homem esteve no poder tanto tempo, ajudou a criar o IPHAN, mas não olhou com carinho pra sua terra natal. Lamentável!

    ResponderExcluir
  3. Acho que ele não valorizou Pitangui, já procurei por atos dele que elevassem nossa cidade e realmente são muito poucos. Imaginem se, no período que esteve como Ministro, tivesse viabilizado um Faculdade Federal

    ResponderExcluir
  4. Caro Alexandre Barros,
    Capanema não fez nada relevante por Pitangui.

    ResponderExcluir
  5. Também iria comentar que Gustavo Capanema não fez nada por Pitangui. Não comentei antes pensando que poderia ser mal interpretado contra a postagem. Mas não, meu comentário é contra um político que virou as costas para Pitangui. Antes tivéssemos tido Benedito Valadares como pitanguiense. Sem dúvida Capanema foi um homem culto, mas naquela época precisávamos mais de "trator" do que livros... Difícil falar isto, parece que estou contra o conhecimento, mas naquela época existiam outras prioridades, tanto que Gustavo Capanema além de ter sido "chacota" de JK e outros.... não deixou nada para Pitangui, que justificasse para nós, alguma "saudade" e orgulho dele. Abs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Renato Lomas... Esqueci de assinar !

      Excluir
    2. Renato,
      como já tivemos oportunidade de esclarecer, todo comentário é bem vindo, discordar da postagem não nos causa desconforto nenhum, fique a vontade.
      Quanto à Capanema,nunca dedicou-se a promover grandes melhorias para a cidade.Penso, que se fosse hoje poderíamos exercer pressão política para que ele trabalhasse em benefício da cidade, já naqueles tempos, a cultura política era outra.

      Excluir
  6. Licínio, concordo sim ! A cultura política era outra, tinha muito mais ética e moral. Mas infelizmente o resultado disto não foi bom para Pitangui. Por isto acho que Pitangui não deve nada para Gustavo Capanema e muito menos para a família dele ! Acho que devemos esquecê-lo também, como ele fez com nossa cidade... Mas esta é apenas minha opinião e que também não irá mudar os acontecidos. Abs. Renato Lomas.

    ResponderExcluir
  7. Me lembro que o saudoso Ronan queria dar ao então sonhado Centro Cultural o nome de Gustavo Capanema, sugeri a ele que quando Pitangui tivesse uma estação de tratamento de esgoto dessa a ela o nome do político, seria muito mais coerente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valdeir Santos ... Perfeito !!! Precisamos divulgar esta sua sugestão. Tratamento de Esgoto Municipal Sr. Gustavo Capanema. Show !!!! Renato Lomas

      Excluir

Obrigado por comentar nossa postagem. Ah... não se esqueça de se identificar.