Seguidores

sexta-feira, 23 de agosto de 2013

O turismo na prática em Pitangui

 Sim, turistas visitando Pitangui!
 
Na manhã do sábado dia 3 de agosto, conversando com o Barrica alí perto do antigo museu, um fato chamou a nossa atenção. Presenciamos um grupo de pessoas reunidas lá na Praça do Jardim, eram turistas visitando a cidade. A turma (cerca de 40 pessoas de Belo Horizonte) era conduzida pelo nosso conterrâneo Padre João, conhecido também por João do Padre - que periodicamente celebra missas na comunidade de Coqueiros na zona rural de Pitangui.


(Ao centro o Pe. João).

O padre João trouxe os seus paroquianos para conhecerem Pitangui - A Cidade Mãe do Centro Oeste Mineiro - e com entusiasmo ia interagindo com os antigos e hospitaleiros moradores que encontrava pelo caminho e nas sacadas dos casarões. Acompanhamos o grupo até as proximidades da Matriz e durante o trajeto ouvimos do Guia de Turismo (o padre) algumas informações fidedígnas sobre os nossos locais, personagens e fatos históricos.

Turismo: interação entre pessoas, aprendizado.

Parabenizamos o Padre João pela iniciativa espontânea que também contribui para a afirmação do turismo em Pitangui hoje, amanhã e depois dos 300 anos. Aos visitantes: obrigado e voltem sempre! A nós Pitanguienses de sangue ou coração, presentes ou ausentes, fica a reflexão: como estão os nossos mecanismos para receber, informar e atender os visitantes? E os preparativos para a grande festa em 2015? Ideias, questionamentos e propostas pertinentes ao desenvolvimento cultural e turísitico de Pitangui, estão sendo lançadas a todo tempo e precisam ser consideradas.


Turismo: oportunidades de trabalho e renda no local visitado.


História: matéria prima para a atividade turística.
Turismo histórico: preservação da identidade,  incentivo à prática cultural.

3 comentários:

  1. Muito bom ver pessoas se interessarem por nossa cidade, principalmente sob a batuta do Padre João do Padre. Acredito que o trabalho, "boca a boca", de divulgação, seja também importante. Quem mais se interessa pela cidade ?

    ResponderExcluir
  2. Bela e oportuna postagem, Léo.
    Precisamos é de pessoas com visão empreendedora para alavancar o turismo em Pitangui.

    ResponderExcluir
  3. Meus caros, acredito que estas iniciativas são muito importante para a cidade, pela ação em si e como exemplo para outras realizações. Como Turismólogo, penso que falta um espaço para o debate, apresentação e elaboração de projetos voltados ao planejamento do Turismo e dos 300 anos de Pitangui, com a participação de profissionais das áreas afins. Gostaria de saber da opinião da nossa Secretaria de Cultura, Patrimônio e Turismo a esse respeito.

    ResponderExcluir

Obrigado por comentar nossa postagem. Ah... não se esqueça de se identificar.