Seguidores

terça-feira, 20 de agosto de 2013

Teatro em Pitangui: "Um dia com o Inimigo"



É uma peça que envolve situações do nosso dia a dia. Dirigida por Daniel Vinicius, pitanguiense de 31 anos que trabalha junto com o grupo de jovens Cadec. Foi apresentada em Pitangui, dia 15 agosto.

Foto: Daniel Vinícius

A peça faz com que o público reflita sobre situações do nosso cotidiano,envolvendo drama e comédia, com duração aproximada de 50 minutos.  Participam da peça 12 atores todos de Pitangui. Sendo Gabrielle Nunes - atriz e cantora, interpretando “A Mendiga”; Euller Ferreira como “Drogado”; Marilia Faria como “Adolescente Frustrada”;GleyceSilva como “A mãe”; Lívia Nunes“A prostituta”; Fernanda Oliveira  como “Insultadora e mãe”; Diego Moreira como “Insultador”; Guilherme Cezar como “O Bonitão”; Cinthia Vilaça como “Religiosa”; Junior Barcelos como “Jesus”; Hiago Coutinho “Demônio” e Daniel Vinicius  “Satanás”. Texto adaptado, figurino, sonoplastia e direção geral - Daniel Vinicius.

Foto: Daniel Vinícius

Após um ano de estreia da peça, no último dia 15 aconteceu a quinta apresentação.Sendo apresentada já em Divinópolis e Carmo do Cajuru. Daniel diz que embora a peça tenha uma essência religiosa é totalmente laica, e sonha com apoio da cidade e dos responsáveis pela cultura em Pitangui, sendo que não participam nem da plateia.

Foto: Daniel Vinícius

Se liga aí Secretaria de Cultura de Pitangui...é preciso conhecer a cena cultural da cidade e apoiar, hein?!

2 comentários:

  1. Fato é que representantes do poder público só se interessam em participar de iniciativas como esta, no apoio, no palco ou na plateia, quando percebem possibilidade de benefício próprio. Se esse grupo continuar se desenvolvendo, em breve poderão escolher entre os diversos políticos sanguessugas que surgirão para tentar atrelar seus nomes a esse projeto cultural. Lamentável.

    ResponderExcluir
  2. Fato é que representantes do poder público só se interessam em participar de iniciativas como esta, no apoio, no palco ou na plateia, quando percebem possibilidade de benefício próprio. Se esse grupo continuar se desenvolvendo, em breve poderá escolher entre vários políticos sanguessugas que surgirão para tentar atrelar seus nomes à proposta e, depois, se conseguirem, terão orgulho de estampar em suas publicidades de campanha que ela só existe porque eles, com tanta vontade de ajudar a cidade, fizeram com que a coisa acontecesse. Lamentável.

    ResponderExcluir

Obrigado por comentar nossa postagem. Ah... não se esqueça de se identificar.