Seguidores

sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014

300 anos da Vila Nova da Rainha - Caeté

A cidade de Caeté completa hoje seu tricentenário


A vila teve sua origem ligada ao início do ciclo do ouro, em meados do século XVII, quando os primeiros grupos de aventureiros vieram do litoral em busca de ouro, prata e pedras preciosas em Minas Gerais. O nome Caeté, em Tupi-Guarani, significa "mata densa" ou "mata virgem".


Até meados do século XIX a atividade mineradora representou a principal atividade econômica da região. Remonta a esse período a ocupação e formação do atual centro histórico. Com o esgotamento de seus aluviões auríferos, o arraial entrou em decadência, renascendo economicamente em 1894, com as atividades da Cerâmica Nacional, fundada pelo Governador João Pinheiro.


Um dos belos exemplares do barroco, a Matriz de Nossa Senhora do Bom Sucesso, datada de 1757 é considerada a primeira igreja construída em alvenaria em Minas Gerais, tendo planta de autoria de Manuel Francisco Lisboa, pai do Aleijadinho. O templo religioso marca o início da 3º fase do barroco, que predomina nas esculturas, imagens e peças de ouro e prata.


Um dos principais pontos turístico de Caeté é o Santuário de Nossa Senhora da Piedade.

 
A historia da construção da Ermida de Nossa Senhora da Piedade está diretamente ligada à pessoa de Antônio da Silva Bracarena, que após ouvir boatos de que duas moças haviam visto Nossa Senhora da Piedade ao passarem pela Serra, resolveu construir no topo uma Capela que serviria de referência para andarilhos. No interior simples da capela destaca-se o retábulo do altar-mor em estilo rococó e a imagem de Nossa Senhora da Piedade recebendo nos braços o seu filho morto. A obra é atribuída ao Mestre Antônio Francisco Lisboa, o Aleijadinho. 




Em 1956, o Conjunto Arquitetônico e Paisagístico do Santuário Nossa Senhora da Piedade foi tombado pelo IPHAN - Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional. Em 1958, o Papa João XXIII proclamou Nossa Senhora da Piedade como a padroeira do Estado de Minas Gerais.



Outro atrativo turístico de Caeté, é o Observatório Astronômico Frei Rosário, administrado pela Universidade Federal de Minas Gerais – UFMG, está localizado no Alto da Serra da Piedade, onde é perfeitamente integrado à paisagem, tanto no que se refere à sua arquitetura, quanto a sua função científica e cultural. 


O espaço é utilizado para pesquisas astronômicas, sendo considerado um dos maiores observatórios da América Latina. Sua estrutura é composta por dois telescópios profissionais, além de telescópios amadores. A visitação ao observatório é feita sempre no primeiro de cada do mês, das 17h às 23h.




Fonte:


santuarionsdapiedade.org.br

caete.mg.gov.br

turismo.com.br

observatorio.ufmg.br


Um comentário:

Obrigado por comentar nossa postagem. Ah... não se esqueça de se identificar.