Seguidores

terça-feira, 25 de fevereiro de 2014

Empada de carne de sol com maxixe

Dias atrás comentei em uma rede social que havia plantado pepino e colhi maxixe. Eis que recebo, em casa, o jornal "Estado de Minas", que trazia o suplemento "Sabores de Minas", ao qual, aliás, recorro com frequência, pois encontro em suas páginas receitas tradicionais de várias localidades e regiões de Minas Gerais. Para minha surpresa, no mais recente número do suplemento encontrei a receita que hoje compartilho com nossos visitantes. Estou curioso com o resultado desta receita.



Foto: Licínio Filho

INGREDIENTES

MASSA:

1 kg. de banha
2 kg. de farinha de trigo
6000 ml. de guaraná
5 gemas de ovos para pincelar

RECHEIO:

2 kg. de carne de sol
2 pratos de maxixe picado
2 cebolas grandes
2 colheres de azeite
5 dentes de alho
1 kg. de queijo catupiry

COMO FAZER:

Para a massa de empada, amassar a banha, a farinha de trigo e o guaraná. Forrar as forminhas com parte da massa. Reservar o restante para cobri-las. Para o recheio, dessalgar a carne de sol e cozinhá-la em água. Escorrer, desfiá-la e refogá-la no azeite* com cebola, alho e o maxixe. Quando estiver pronto, rechear as empadas, acrescentando o catupiry** por último. Cobrir as empadas com o restante da massa. Pincelar a tampa da empada com as gemas e levar as empadinhas num tabuleiro ou refratário ao forno a 180 graus.

SUGESTÕES DO SABORES DE MINAS:

* Refogar a carne na manteiga de garrafa e usar mais um tempero regional: o coentro fresco.
** Usar requeijão da região, o tradicional ou o escuro.

A receita rende 50 empadas.



FONTE:
Jorna "Estado de Minas", suplemento "Sabores de Minas", nº 111, fevereiro de 2014.

2 comentários:

  1. Oi minha gente, tudo bem? Saudades da comidinha mineira....minha mãe fazia o maxixe em casa. Uma delícia....Aqui na Argentina fazemos as empanadas ao forno bem parecidas aos nossos pasteis.Pena que não posso fazer aqui esta receita,mas vou provar substituindo o maxixe. Muito obrigada , me fizeram voltar a 60 anos atras...lindas recordações! Um beijo da Luiza Pereira

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Luiza.
      Você é sempre bem vinda.
      Aconteceu comigo algo engraçado...fiz um canteiro em minha casa e plantei pepino e nasceu maxixe...não entendi a razão, mas nada acontece por acaso, né?! Acabei encontrando uma receita mineira com o maxixe...Pena você não poder fazer, mas só de você retornar ao blog já nos deixou contentes. Um fraterno abraço.

      Excluir

Obrigado por comentar nossa postagem. Ah... não se esqueça de se identificar.