Seguidores

segunda-feira, 3 de fevereiro de 2014

Pitanguienses em Brasília.doc

  Emersom Máximo, William Santiago e Zé Wilsom.
 Brasília, novembro de 2013.

Os trabalhos de filmagem para a elaboração de um documentário (vídeo amador) sobre os Pitanguienses residentes em Brasília e o tricentenário da Velha Serrana, estão em andamento.

  Igreja de São Francisco - cenas da cidade.
Pitangui, dezembro de 2013.
O objetivo do doc é contribuir com as comemorações e reflexões sobre os 300 anos de Pitangui - que serão celebrados em junho de 2015 - valorizando a cidade e incentivando outras ações práticas. Ou seja, é a nossa colaboração que será colocada na "cesta de presentes" para Pitangui.

 Dim da Bia, Jomba, Reinaldo e William.
Pitangui, dezembro de 2013. Foto: Dênio Caldas.

No fim do ano passado estivemos em Pitangui para registrar algumas cenas da cidade, para a gravação de uma das diversas músicas (do tempo do Pitaculta) compostas pelo trio: Reinaldo - Jomba - William e para trocar ideias com os parceiros do Blog (Licínio, Vandeir e Dênio), sobre o projeto.

William, Rosalina Firmino & Bernardo, Léo Morato.
 Brasília, janeiro de 2014.
Já foram gravados 11 depoimentos com Pitanguienses na Capital Federal, de épocas, idades, histórias e pontos de vista diferentes, com algo em comum: o amor pela terra natal e as boas recordações daqui de Pitangui. Outras entrevistas estão engatilhadas e em breve começam as edições do vídeo documentário. Já são quase 3 horas de filmagens, com  um conteúdo repleto de boas histórias. Tanto o material bruto como o trabalho final poderão fazer parte de um futuro Museu da Imagem e do Som em Pitangui.
Eustáquio Cançado.
 Brasília, janeiro de 2014.
A receptividade, o entusiasmo e o incentivo dos conterrâneos que nos recebem em suas casas e nos encontram em locais públicos, dão um ânimo extra para essa divertida empreitada.

 Clélia Rachid Cançado e Léo Morato.
 Brasília, janeiro de 2014.

Se você conhece um Pitanguiense que mora em Brasília, divulgue esta iniciativa e indique o e-mail do Blog para que possamos marcar um bate papo, sobre lembranças e fatos de Pitangui de ontem e de hoje, rumos aos 300 anos.


E-mail do blog: daquidepitangui@gmail.com
Crédito das demais fotos: William e Leonardo.

2 comentários:

  1. O charme de Pitangui tem que ser registrado e divulgado!
    Este documentário será muito bem vindo aos registros da história de Minas.

    ResponderExcluir
  2. A ideia é essa, prezado Sylvio: evidenciar Pitangui por meio de depoimentos diversos, fazendo um registro para a posteridade! Um abraço. Retribuirei a visita ao http://historiasylvio.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Obrigado por comentar nossa postagem. Ah... não se esqueça de se identificar.