Seguidores

sábado, 12 de abril de 2014

Ainda em tempo: aniversário da Escola Estadual Monsenhor Arthur de Oliveira

No último dia 31 de março, a Escola Estadual Monsenhor Arthur de Oliveira completou 94 anos de existência. No dia do aniversário eu estava fora da cidade e não pude fazer uma postagem, por falta de material.  Mas, nada melhor do que amigos, que estão sempre prontos a ajudar. Conversando com Alcyoni Rios, que trabalha na secretaria do E.E.M.A.O., via redes sociais, pedi que ela me enviasse um pequeno histórico daquele estabelecimento de ensino, o que ela fez prontamente, mas que só agora consegui postar, pois, o tempo tem sido tomado por uma série de outros afazeres.Junto com o texto produzido por Alcyone Rios apresentaremos materiais de nosso arquivo. Enfim, consegui organizar a postagem e, em nome da equipe do Blog "Daqui de Pitanguy" felicito Professores, funcionários administrativos, de serviços gerais e alunos pelo aniversário da escola. 


---------------------------------
HISTÓRICO

Entre os educandários mais antigos, tradicionais e famosos de Minas Gerais encontra-se a Escola Estadual Monsenhor Artur de Oliveira, que desde a sua fundação em 31 de março de 1919, pelo então Vigário Padre Artur de Oliveira.




            A fundação da Escola Estadual Monsenhor Artur de Oliveira se deu sob forma de externato misto e internato masculino e recebeu o nome de Gymnásio de Pitanguy.
Em 1919, ao ginásio foi anexado o Curso Normal, passando o estabelecimento a denominar-se Escola Normal de Pitanguie em 10 de fevereiro de 1922, pelo decreto n. 6.762 a Escola Normal de Pitangui foi equiparada à Escola Normal de Belo Horizonte.



Em 1929, o estabelecimento educacional foi então reconhecido pelo Governo Estadual do Estado de Minas Gerais.
Em 31 de dezembro de 1945, o estabelecimento passou a denominar-se Escola Normal “Monsenhor Artur de Oliveira”, de acordo com o decreto n. 2181 e em 1946 foram instituídos dois tipos de ensino: o Curso Ginasial e o segundo Ciclo do Ensino Normal, de acordo com o Decreto-Lei n. 1873.



Em 11 de dezembro de 1955, o Governo Estadual, pela Lei n. 1395, criou o Curso Científico sendo que o mesmo passou a ser administrado na escola a partir do ano letivo de 1967.
Em março de 1966, o Colégio Comercial “Professora Maria Dolabela” foi oficializado e, funcionando no mesmo prédio do Ginásio Escola Normal de Pitangui, é a ele anexado sob o nome de Colégio Estadual “Monsenhor Artur de Oliveira”, para mais tarde, já em definitivo, ser chamada de Escola Estadual “Monsenhor Artur de Oliveira”.
O curso Científico, Curso de Magistério de 1º Grau e o Técnico em Contabilidade foram extintos em 1998, permanecendo o Ensino Médio Geral.


Hoje a escola oferece além do Ensino Médio e Aprofundamento de Estudos, e Ensino Médio - Educação deJovens e Adultos (EJA).

Alcyoni Rios

Veja também a postagem de Vandeir Santos sobre o aniversário do E.E.M.A.O. acessando o link abaixo:


6 comentários:

  1. Marcos Antônio Faria (Barrica) fez um resumo muito bom da história da escola: http://www.daquidepitangui.blogspot.com.br/2013/04/aniversario-do-eemao.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uai, Vandeir...eu não tinha visto a sua postagem...rsrsrs...
      Vou anexar o link a esta.

      Abraço.

      Excluir
  2. Fico feliz por ajudar de alguma forma. Temos um vasto arquivo histórico, com os registros de todos os alunos desde a fundação da escola. Recentemente foi encontrado um quadro lindo, com os Formandos de 1930, que se juntou a outros que temos dos primeiros formandos. Todo acervo está á disposição, apesar de estarem mal acondicionados num local com muita umidade e tenho medo que se percam de vez. Contem comigo para o que precisarem. Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Alcyoni.
      Gostaria muito de conhecer este arquivo, farei contato para agendar uma visita.
      Abraço.

      Excluir
  3. Licínio, ótima postagem sobre a história de uma escola que faz parte da história de muitas gerações de pitanguienses!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu Léo.
      Na verdade, fizemos uma homenagem em dose dupla, já que o Vandeir também tinha feito uma postagem no dia 5 de abril.
      Abraço.

      Excluir

Obrigado por comentar nossa postagem. Ah... não se esqueça de se identificar.