Seguidores

segunda-feira, 14 de abril de 2014

Pitangui e as ações municipais para a Instrução Publica, no início da República

Reproduzo abaixo, um fragmento de artigo que escrevi e, que foi apresentado no VVXII Simpósio Nacional de História, promovido pela  Associação Nacional de História (ANPUH), realizado em Natal/RN, em julho de 2013. Este artigo faz parte de minha dissertação para o Mestrado em Educação pela Universidade Federal de Viçosa, cujo título é "Município, tradição e modernidade: a instrução pública e os limites do projeto hegemônico republicano em Minas Gerais (1892-1907). Para desenvolver este trabalho usei como referência as ações das autoridades municipais em Pitangui, no que se refere à organização da instrução pública durante o período proposto pelo recorte temporal da pesquisa.

-------------------------------------------
Pitangui e as ações municipais para a Instrução Primária 


Mesmo diante das limitações orçamentárias para a educação podemos perceber que as municipalidades, apesar das disparidades financeiras existentes entre si, paulatinamente respondiam à convocação do Executivo mineiro no que diz respeito à promoção da instrução pública, conforme constatamos no livro de registros da Câmara Municipal de Pitangui, cidade do centro-oeste mineiro, onde também foi desenvolvida parte das pesquisas documentais para este trabalho. Nestes documentos encontramos os registros de pagamentos feitos pelo chefe do Executivo local, que despachava naquela casa legislativa, relacionados à instrução pública, como, por exemplo, o pagamento feito por guia pela “Agência Executiva Municipal”, no valor de 120$000 (Cento e vinte mil réis), efetuado em 17 de abril de 1903, ao “Senhor Cel. Américo Bahia da Rocha, proveniente de allugueis da casa onde funciona a escola de meninas [...]” (CÂMARA MUNICIPAL DE PITANGUY, 1903, p. 4). 

Para ler o artigo, na íntegra, acesse os Anais XXVII Simpósio Nacional de História através do link abaixo:


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por comentar nossa postagem. Ah... não se esqueça de se identificar.