Seguidores

segunda-feira, 30 de junho de 2014

Livro Poetas en/cena 5

Esta é uma postagem de autoria de Dênio Caldas*.


O pitanguiense Luiz Gonzaga Marcelino, nos presenteou com o livro Poetas en/cena 5, que é uma coletânea de poesias que faz parte do "O Belô Poético-Encontro Nacional de Poesia de Belo Horizonte". O grupo que conta com a particpação de poetas de vários estados e também de poetas estrangeiros, trocam experiências poéticas e unidos pela poesia, lutam por um mundo mais justos e melhor para todos.  Dentre as poesias selecionadas, constam duas do Luiz, que a propósito tem novo de compositor famoso. 

Ativa Praça da Liberdade

Oh! Praça da Liberdade
Quando passo em tuas veredas, sob as copas de tuas frondosas árvores
ouço lá encima os pássaros multiformes a cantarem
seus cantares, sensacionais ecoam longe, fazem as flores supervistosas sintelarem
se aviverem todas as borboletas coloridas a saltitar
e cada uma irrestritamente incolume e brilhantemente olhal 
os beija-flores indênis sobrevoam... seguem 
seus afagos entempos e beijão as flores carinhosamente

Tua fonte luminosa, com filetes prateados, também harmonizam
eles são jateados

O que é felicidade ?

O ar nobre que respiro agora.
Ter sempre um prato de comida.
Uma música gostosa que embala o coração.
O relacionamento que encontramos por aí afora.

Todo amor que sai com compressão.
A lua bondosa vigiando a noite.
O sol triunfante protegendo o dia.
O modo de ver, distinguir e aceitar a situação.

Não faltar trabalho, tê-lo demasia.
Dar uma risada quente e cheia.
A fonte límpida e perene jorrando.
A fala, o diálogo, do tamanho da baleia.

Ter saúde, o teto, o lazer, a paz.
Os incessantes passos de necessidade.
Ver o espelho vicejar e se tornar capaz.
O infindável jeito de felicidade ... É felicidade.


Luiz é filho de Virgílho Antônio Marcelino e Maria Hipólita Cassiana e reside em Belo Horizonte.
, que é uma coletânea de poesias que faz parte do "O Belô Poético-Encontro Nacional de Poesia de Belo Horizonte". O grupo que conta com a particpação de poetas de vários estados e também de poetas estrangeiros, trocam experiências poéticas e unidos pela poesia, lutam por um mundo mais justos e melhor para todos.  Dentre as poesias selecionadas, constam duas do Luiz, que a propósito tem novo de compositor famoso. 

Ativa Praça da Liberdade

Oh! Praça da Liberdade
Quando passo em tuas veredas, sob as copas de tuas frondosas árvores
ouço lá encima os pássaros multiformes a cantarem
seus cantares, sensacionais ecoam longe, fazem as flores supervistosas sintelarem
se aviverem todas as borboletas coloridas a saltitar
e cada uma irrestritamente incolume e brilhantemente olhal 
os beija-flores indênis sobrevoam... seguem 
seus afagos entempos e beijão as flores carinhosamente

Tua fonte luminosa, com filetes prateados, também harmonizam
eles são jateados

O que é felicidade ?

O ar nobre que respiro agora.
Ter sempre um prato de comida.
Uma música gostosa que embala o coração.
O relacionamento que encontramos por aí afora.

Todo amor que sai com compressão.
A lua bondosa vigiando a noite.
O sol triunfante protegendo o dia.
O modo de ver, distinguir e aceitar a situação.

Não faltar trabalho, tê-lo demasia.
Dar uma risada quente e cheia.
A fonte límpida e perene jorrando.
A fala, o diálogo, do tamanho da baleia.

Ter saúde, o teto, o lazer, a paz.
Os incessantes passos de necessidade.
Ver o espelho vicejar e se tornar capaz.
O infindável jeito de felicidade ... É felicidade.


Luiz é filho de Virgílho Antônio Marcelino e Maria Hipólita Cassiana e reside em Belo Horizonte.

*Devido a problemas de ordem técnica este material ficou entre vários rascunhos de postagens e só agora foi postado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por comentar nossa postagem. Ah... não se esqueça de se identificar.