Seguidores

terça-feira, 1 de julho de 2014

Festejos juninos

  Quanta simbologia há em uma fogueira junina! Fotos: Léo Morato.
 
No último domingo de junho, dia 29,  tivemos a grata oportunidade de participar de uma fogueira de São Pedro, no bairro Lavrado. Numa típica festa de interior o festejo é comemorado há quinze anos no mesmo local.


Por volta das oito da noite o povo - vizinhos, amigos, parentes, fiéis e devotos do Santo - começou a se reunir para a reza do terço, para entoar os cânticos e levantar o mastro em homenagem a São Pedro.
 
 
O casal anfitrião Silvio Faria e Alessandra dos Santos não escondeu a alegria de ver a casa cheia, onde os convidados puderam celebrar a fé e a amizade. Silvio, devoto de São Pedro, conta que a tradição de festejar os Santos juninos (Antônio, João e Pedro) começou desde os tempos de menino com o seu pai (Sô Hélio) na zona rural de Pitangui.

 
Após o terço conduzido pela D. Ilza, o Mastro foi erguido no quintal ao som  palmas, orações e música, incluindo boas rimas do "Ô num bambeia não"!
 
 
Para o Santo de devoção os fieis pediam... paz, saúde e proteção! 
 
 
Com muito caldo, pipoca e canjica, teve bate papo e calor humano no terreiro para aquecer o frio do inverno junino.
 

São estas autênticas, simples, agradáveis, acolhedoras e espontâneas manifestações realizadas nos quatro cantos de Pitangui que mantêm vivas as tradições e as crenças populares. Então Salve São Pedro!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por comentar nossa postagem. Ah... não se esqueça de se identificar.