Seguidores

domingo, 27 de julho de 2014

Um pouco da história de Dirceu Xavier - Parte I

Foto: acervo Família Xavier


Esta é a primeira parte da postagem dedicada ao pitanguiense Joaquim Dirceu Xavier, que tem seu nome marcado na história de Pitangui, dentre outras coisas, por ter sido atleta e técnico do Pitangui Esporte Clube (PEC), proprietário do Cine Pitangui e do famoso "Bar do Dirceu", editor do jornal "Município de Pitangui", além de ter sido eleito vereador. No próximo domingo, três de agosto, publicaremos a segunda parte.


Foto: acervo Família Xavier
Dirceu Xavier, como é popularmente conhecido em Pitangui trabalhou no antigo Banco Hipotecário, quando se transferiu para a cidade de Curvelo, onde conheceria sua futura esposa, Arlene Queiroz Xavier. O casal teve seis filhos: Ângela Queiroz Xavier Lopes, Angélica Queiroz Xavier, Adma Queiroz Xavier da Gama, Ana Rute Queiroz Xavier, Joaquim Dirceu Xavier Júnior e Carla Queiroz Xavier.


Foto: acervo Família Xavier
Posteriormente, o casal retornou à Pitangui, quando Dirceu Xavier abriu um estabelecimento comercial, onde, segundo Angélica Xavier, "vendia-se todo tipo de produtos alimentícios". Este estabelecimento, inaugurado, por volta de 1952, funcionou no imóvel onde, até a pouco tempo, funcionou a Pizzaria do Betinho, próximo à Pousada Monsenhor Vicente.


Foto: acervo Família Xavier
Ainda, segundo o relato de Angélica Xavier, os estabelecimentos comerciais de seu pai eram sempre conhecidos por seu nome, como por exemplo: "Armazém do Dirceu" e "Bar do Dirceu". Outro estabelecimento comercial de sua propriedade funcionou próximo à residência de Esperidião "Peri" Cecin, onde vendia frutas, verduras, aves, etc.

Foto: acervo Família Xavier
Dirceu Xavier foi jogador do Pitangui Esporte Clube (PEC), time do qual seu pai fora um dos fundadores. Posteriormente tornaria-se técnico da equipe, ganhando vários títulos contra o principal adversário, o CAP. Angêlica e Adma Queiroz Xavier nos relataram que nesta época a rivalidade entre as duas equipes era muito grande:

"Nessa época era uma rivalidade igual Cruzeiro e Atlético. Dava briga,
 foquete nas portas da gente, mulher rolando na rua e tudo."
                            
                                         Angélica Xavier



Foto: acervo Família Xavier

A rivalidade entre o PEC e o São Francisco também era grande e, por vezes terminava em pancadaria. Angélica Xavier nos conta um momento tenso, que marcou esta rivalidade:

"[...] uma vez meu pai retornou a ser técnico, eu e a Adma morávamos em BH e viemos pro jogo contra o Caveirinha. Quase morremos...apanhamos na rua, quebraram meus óculos... quando conseguimos chegar lá em baixo o papai apareceu com Zé Inácio pra socorrer a gente."

Foto: acervo Família Xavier


Assista ao vídeo abaixo produzido em comemoração aos 80 anos de Dirceu Xavier.







Foto: acervo Família Xavier
Na segunda parte desta postagem contaremos mais um pouco da trajetória de Dirceu Xavier, abordaremos o período em que foi proprietário do cinema, o tradicional "Bar do Dirceu", entre outras coisas.

Foto: acervo Família Xavier

Foto: acervo Família Xavier

Foto: acervo Família Xavier


Dirceu Xavier também foi vereador em Pitangui, por um mandato, no início da década de 1960. Por mais de uma vez foi homenageado pelos poderemos Executivo e Legislativo local. Pessoa bem relacionada teve como amigos Luizotti , Edson Vasconcelos (Rebolo) Paulo Vasconcelos Carvalho, José Inácio, Dr. Marcial, Plinio Malachias, dentre outros.

Foto: acervo Família Xavier


Agradecemos à Angélica e Adma Queiroz Xavier por nos fornecerem as fotos, vídeo e depoimentos, que permitiram a elaboração dessa postagem. Sem a cordial colaboração de vocês não poderíamos promover mais um resgate da memória histórica de Pitangui.

7 comentários:

  1. Licinio obrigado por esta matéria, acho importante o blog contar hitórias das pessoas que fizeram parte da memória histórica de Pitangui, obrigado por ter lembrado do meu pai, ele vai ficar muito feliz.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A equipe do blog é que tem a agradecer. Sem a colaboração de vocês não seria possível a produção desta postagem.
      O nosso propósito é justamente resgatar a memória histórica de Pitangui.
      Abraço.

      Excluir
  2. Tio Dirceu - o homem de seis milhões de dólares. O milionário em grande estilo. É claro que é milionário! Veja só que riqueza ele detém nesta existência! Parabéns a todos vocês.
    Um exemplo de persistência, de paciência, de renúncia e de muito amor, que sustentam esta estrutura familiar, eu sei.
    Que Deus continue abençoando a todos.
    Tenho muita saudade do cinema. Sinto muita falta de tudo aquilo. Eu era feliz..... e eu sabia... de verdade. Lembra-se do prefixo do cinema? A música era Petit fleur. Só quem viveu pode dizer. Que felicidade a minha ter vivido tudo isso com você. Obrigado Tio Dirceu.
    PS_ Viajei no filme que vocês fizeram meninas. Parabéns! Consegui até enxergar-me naquela mesa festiva lá no Líbano. Valeu.

    ResponderExcluir
  3. Professor, parabéns pelo trabalho de pesquisa de uma bela história de vida! Lembro-me dos sambas e de outras apresentações ao vivo realizadas no bar do Dirceu. Bons tempos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu Léo. Esta postagem só foi possível devido a colaboração de Adma e Angélica Xavier. Abraço.

      Excluir
  4. Mais uma vez feliz por ver alguém ser lembrado por vocês. O Dirceuzinho deve estar radiante. Eu também. Gosto muito do Dirceuzão, o durão, o cara fechada, mas gente boa como ele só. Meu treinador no PEC. Sob sua batuta jogamos contra o juvenil do Cruzeiro e do América, "Arena Homero Silva" lotada rsssssss, torcida do CAP contra nós rsssssss.

    ResponderExcluir
  5. Obrigada William Santiago, seu pai gostava muito do meu irmão . O Dirceuzinho levava ele pra pescar. Tinha meu irmão como filho . Papai tá menos " cara " fechada, mais continua meio cara fechada ....kkkk obrigaa pelas palavras e aparece .... Meu primeiro emprego, foi no seu jornal. Patrocínio ....kkk lembra ?

    Angélica Xavier

    ResponderExcluir

Obrigado por comentar nossa postagem. Ah... não se esqueça de se identificar.