Seguidores

quinta-feira, 14 de agosto de 2014

Música ao pé do ouvido

Comida e música no boteco do Nino.
 
“Há bares que vem para o bem”. Esta frase está na fachada do GamBar, um boteco tradicional em Brasília, ponto de encontro de universitários, professores, intelectuais e de velhos amigos boêmios, onde encontra-se até coxinha de frango com pequi e disco de quibe como tira gosto. Pois bem, esta frase se encaixaria muito bem no Bar do Nino, o Tô no Trampo, que fica ali de frente ao Clube Pinheiros. No boteco, além da cerveja gelada e de petiscos variados, tem sempre uma boa prosa – a começar pelo dono do estabelecimento – e, acima de tudo música diferenciada – samba, jazz, bossa, MPB – tocada em som ambiente que agrada principalmente os freqüentadores à beira do balcão. A música é sintonizada no rádio ou reproduzida em Cds trazidos pelos amigos e clientes do bar. Outro diferencial é a vista: de um lado a Praça Antônio Fiuza e a Cruz do Monte, do outro a Igreja de São Francisco. O Boteco é ponto de encontro de um público cativo, incluindo alguns frequentadores remanescentes da “Pracinha do Colégio” que vão ao local em busca de um bom bate papo, para rever amigos e para curtir a boa música, ao pé do ouvido.
Da janela lateral. Fotos: Léo Morato.
 
Links relacionados:

2 comentários:

  1. Bar do Nino !! " Tou no Trampo " bom demais. Segunda - feira dia de tomar uma sopa dos deuses . Ele fala que a sopa de segunda , é pra matar a ressaca do fim de semana. Deliciosa.

    Angélica Xavier

    ResponderExcluir
  2. Olá Angélica, obrigado por mais uma visita ao blog! A sopa eu ainda não conheço, o Nino já falou sobre ela. Mas esse feijão branco com dobradinha é de primeira. Um abraço.

    ResponderExcluir

Obrigado por comentar nossa postagem. Ah... não se esqueça de se identificar.