Seguidores

quarta-feira, 26 de novembro de 2014

Salve a Capoeira!!!

Roda de Capoeira em Pitangui-MG.
Foto: Léo Morato/Arquivo do Blog.

Das senzalas, terreiros e guetos para o mundo.

Em uma cerimônia realizada hoje em Paris a UNESCO reconheceu a capoeira brasileira como Patrimônio Cultural da Humanidade. Pitangui faz parte desta conquista, devido a grande representatividade histórica e cultural da capoeira praticada em nossa cidade. Parabéns aos capoeiristas que, pela prática desta arte-luta-dança (símbolo de resistência), contribuem significativamente para a manutenção de nossas tradições, favorecendo também a educação  cultural e a inclusão social!


Foto: Iphan.

"Roda de Capoeira é o mais novo Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade. A 9ª Sessão do Comitê Intergovernamental para a Salvaguarda acaba de aprovar a inscrição da Roda de Capoeira, um dos símbolos do Brasil mais reconhecido internacionalmente, como Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade. A aprovação ocorreu na manhã desta quarta-feria, dia 26 de novembro, na reunião do Comitê, que acontece, em Paris. Agora a Roda de Capoeira se junta ao Samba de Roda do Recôncavo Baiano (BA), à Arte Kusiwa- Pintura Corporal (AP), ao Frevo (PE), e ao Círio de Nazaré (PA), já reconhecidos como Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade".

Fonte: www.iphan,gov.br. Pesquisado em 26/11/2014.

2 comentários:

  1. Quando criança lembro que já me interessava por lutas e até comecei a aprender Karatê, mas foi só ouvir o toque do berimbal que foi amor a primeira vista. Orgulho de ser capoeira, orgulho da minha arte genuinamente brasileira, orgulho dessa arte que é hoje o maior difusor da língua portuguesa no mundo. Salve a Capoeira, salve os velhos mestres que morreram e não puderam ver nossa arte e cultura chegar onde hoje está! Como se diz; meu sangue não circula, ele ginga!

    ResponderExcluir
  2. A Capoeira é fruto da resistência dos negros à escravidão, manifestação, também, de resistência cultural, símbolo da identidade negra.
    Se, quando surgiu foi marginalizada, agora ocupará o lugar que sempre mereceu.
    Abraço.

    ResponderExcluir

Obrigado por comentar nossa postagem. Ah... não se esqueça de se identificar.