Seguidores

terça-feira, 6 de janeiro de 2015

As Bodas de Prata d'O Independente

Edilson Lopes na sede do O Independente.
Fotos: Leonardo Morato.

Na última sexta feira, dia 2 de janeiro de 2015 o jornal O Independente completou um quarto de século, são 25 (vinte e cinco) anos de relevantes serviços prestados a Pitangui. Fundado em 2/1/1990 pela coragem e empreendedorismo do senhor Edilson Lopes, O Independente noticiou importantes fatos do cotidiano social, cultural, econômico, esportivo, político e religioso do município.
 
A primeira edição do jornal.
Muitos jovens pitanguienses tiveram a oportunidade de trabalhar no jornal e hoje alguns deles se destacam na profissão, como por exemplo, o jornalista Ricardo Welbert. O acervo de edições do O Independente é hoje um grande arquivo da história contemporânea de Pitangui constituindo-se em uma importante fonte de pesquisa, sendo utilizado para trabalhos diversos.
Edilson configurando a próxima publicação.
Nestas duas décadas e meia de atuação em Pitangui, o jornal acompanha as tendências e as novas mídias como o facebook, já fez uma experiência com um Blog próprio, mas mantém a versão impressa como carro chefe, por entender que cada veículo de comunicação é importante e tem o seu público. Então, neste 6 de janeiro, dia de Santos Reis, parabenizamos ao seu fundador Edilson Lopes - que também é um dos pioneiros da fotografia em Pitangui e um batalhador pelo esporte na cidade – reconhecendo a importância do O Independente para Pitangui. Segue abaixo um depoimento do conterrâneo William Santiago sobre alguns fatos antecessores à criação do jornal.
 
Parte do acervo do jornal.
 
“Voltei a Pitangui em 1985, depois de algum tempo passado no exterior e em Brasília. A ideia era trabalhar nas empresas de comunicação de Edivan Reis, empresário nordestino radicado no Rio de Janeiro e já com alguns negócios em nossa região, entre eles o jornal Destaque, onde trabalhei. Desentendimentos políticos fizeram com que Edivan abandonasse de supetão a maior parte dos projetos, inclusive o jornal, e eu, recentemente formado em Jornalismo, fiquei sem pai e mãe capitalistas. Acabaram-se, de uma vez, os sonhos da TV Regional, da rádio FM e muitos outros dos quais eu pensava participar. Mas como não queria voltar a Brasília nem ao serviço público, finquei pé na ideia de criar um jornal na região. Daí nasceu o Correio de Pitanguy em setembro de 1986. Foi nessa época que Edilson Lopes, amigo de infância, se juntou ao projeto. Ele também tinha desertado da cidade grande e estava procurando alguma coisa para trabalhar em Pitangui. Eu não tinha muito a oferecer, além da venda de assinaturas do jornal que estava nascendo. Edilson topou. Da experiência com o Correio de Pitanguy, onde trabalhou em todos os setores, do departamento comercial à edição, passando pela redação, Edilson criou O Independente. Sei como são difíceis os caminhos do jornalismo no interior e por isso admiro a determinação e capacidade de resistência de Edilson Lopes, que permaneceu fiel aos ideais daquele tempo: trazer novos caminhos, via jornalismo, para Pitangui e região. E conseguiu!

Parabéns, Edilson, pelos 25 anos d'O Independente”.

William Santiago, Brasília, 06/jan/2015.

5 comentários:

  1. Linda homenagem do blog ao Edilson Lopes e seu jornal "O Independente". Tenho muito orgulho em dizer que aprendi a gostar de ler jornal e fazer jornalismo trabalhando com ele nesta empresa. Como o William Santiago muito bem disse em seu artigo, o Edilson é fiel a seus ideais e segue até hoje, aos trancos e barrancos (pois é muito difícil manter um jornal no interior), prestando um grande e importante serviço a Pitangui. Parabéns, meu amigo. E muito obrigado por me ensinar tanto. Serei sempre grato por isso.

    ResponderExcluir
  2. Vi, li e me convenci. Edilson é puro Pitangui.

    Paulo Miranda, BH

    ResponderExcluir
  3. Em um Brasil aonde o acesso à leitura e o acesso à liberdade de expressão tem um jornal igual O INDEPENDENTE, fazer 25 anos com imparcialidade e transparência não é para qualquer veículo de comunicação. Parabéns por levar à todos: informações, aconselhamentos, ensinamentos, divertimento, lazer, negócios, as necessidades da comunidade, e ressaltando o que a nossa cidade tem de melhor. É imensurável a felicidade de ver um trabalho como esse trazendo tantos bons resultados, e agradando aos que são a razão maior dessa dedicação toda: os leitores. Que essa data se repita por muitos e muitos anos.

    ResponderExcluir
  4. Edilson Lopes.
    Quando vi esta postagem a alguns dias atrás, pensei: Vou elaborar um texto com um comentário mais elaborado para homenagear o Edilson, depois copio e colo.
    Acontece que ficou apenas no pensamento.
    Para não perder a oportunidade, vou comentar sem elaboração alguma, assim de supetão mesmo:
    Edilson, a uns dez anos tenho observado vc e seu trabalho. Já tive inúmeras demonstrações suas de que vc procura realizar um trabalho realmente independente. Quem o conhece sabe muito bem que vc não se submete.
    Vc não esconde a decepção que causou e vem causando àqueles céticos "comerciantes" que no início não acreditaram no seu trabalho. Assiste agora tais "comerciantes" irem aos poucos à bancarrota, se apagando como num final de tarde, enquanto OINDEPENDENTE brilha nestas suas bodas.
    Gosto de vc camarada, pelo que vc representou para muitos jovens hoje, pessoas já formadas; gosto de vc pela sua paciência, paciência e paciência.
    Gosto de vc pela sua humildade e simplicidade.
    Gosto de vc pelo seu pensar na coletividade.
    Gosto de vc pelo seu despreendimento.
    Gosto de vc pela sua persistência.
    Gosto de vc assim como vc é. Não quero saber dos seus defeitos, as suas qualidades são suficientes e é isto o que me interessa. São os resultados concretos do seu trabalho que interessa na vida das pessoas que te permeiam aí em Pitangui.
    Aqui em Betim existia no tempo em que vc fundou OINDEPENDENTE um jornal chamada OTEMPOBETIM. Um empresário de visão chamado Vittorio Medioli cruzou o caminho do fundador do OTEMPOBETIM, de sobrenome Limonge e todos em Minas e no Brasl conhecem hoje a marca 'OTEMPO".
    Siga firme companheiro, um dia alguém de visão irá abraçar o seu projeto, chama-lo para uma parceria e eleva-lo aos píncaros.
    Parabéns pelo aniversário.

    Geraldo Wagner Gonçalves
    Praça Antonio Fiúza
    Pitangui/MG.


    ResponderExcluir

Obrigado por comentar nossa postagem. Ah... não se esqueça de se identificar.