Seguidores

quarta-feira, 14 de janeiro de 2015

O "Tombo" do Casarão


Esta rara imagem foi registrada no ano de 1988 pelo William Santiago, na antiga Rua da Paciência, a foto é bela e triste, pois retrata o casarão em processo de demolição. 

No poema abaixo Jorge Mendes Guerra Brasil  faz uma abordagem sensata, em prosa e verso, sobre as perdas que a cidade sofreu com a derrubada dos casarões, ao longo dos anos, em outros tempos. De uma década e meia para cá, aproximadamente, este processo vem se invertendo, por meio das ações, leis e atitudes preservacionistas e do crescente aumento da consciência histórico cultural e da participação da sociedade nas causas da cidade.  Entretanto, os temas referentes à nossa memória coletiva, enquanto cidade histórica, são sempre atuais e propícios à reflexão nestes 300 anos de Pitangui.

LAMENTO DO CASARÃO


Não me deixe sucumbir,
Pro chão não quero ir.
Muita chance ainda me resta.
Faço parte do passado.
Conservem-me com muito cuidado,
Pra muita coisa ainda presto.


Lembrem-se de que abriguei
Avós, pais e filhos teus
E muitos são hoje doutores
Não têm lembranças de mim
Quando em seus jardins,
Trocaram juras de amores?


Guardo em minhas paredes
Onde penduravam suas redes,
Muitas e muitas histórias.
Guardo bastante segredos
De que muitos até têm medo
De trazê-los à memória.


Faço parte da história
Dos nossos tempos de glória
Não deixem ao chão me jogar.
Sou mais um casarão,
Prestes a ir ao chão.
Mas hoje está em suas mãos,
Esse crime evitar.


(Jorge Guerra)


Um comentário:

  1. É, foi desapiadada essa onda de demolições de boa parte de nosso patrimoônio arquitetônico colonial em nossa terra. Irrecorrível, o que é pior. Mas há luzes - de lampião - no fim do túnel. Há uma consciência que se generaliza sobre a importância da preservação de nossas realizações ancestrais. E é gratificante ler um poeta popular como o Guerra Brasil abraçando denodadamente esses ideais. Tijolo por tijolo. Ou adobe?

    ResponderExcluir

Obrigado por comentar nossa postagem. Ah... não se esqueça de se identificar.