Seguidores

quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015

A 6ª Lavagem do Bandeirante

Quarta feira de Cinzas no país. Depois de alguns dias curtindo o carnaval e olhando a cidade por trás das câmeras, estamos de volta para contar um pouco sobre a 6ª Lavagem do Bandeirante. Se tivesse que resumir em uma frase o evento deste ano, no tricentenário de Pitangui diríamos: Teve muito "bão"!
Para quem não conhece esta festa popular daqui de Pitangui, a Lavagem do Bandeirante, foi idealizada há seis anos pelo Vandeir Santos (pesquisador da história de Pitangui) e sob coordenação da equipe deste Blog, é realizada desde 2010 com o apoio e a participação de muitos. A proposta do evento é resgatar o carnaval de rua, promover uma atividade cultural com ênfase nas origens históricas de Pitangui, considerando que esta 7ª Vila do Ouro de Minas Gerais foi descoberta e povoada por bandeirantes paulistas, na primeira década do século XVIII. Ou seja, lavar a estátua do bandeirante é dar um banho na história de Pitangui!

A Lavagem vem se tornando tradicional no carnaval de Pitangui como um evento lúdico, cultural e acima de tudo bastante democrático haja vista a participação de pessoas de diversas idades, cores, crenças e classes sociais. Este ano o caminhão pipa não participou da festa e a novidade foi a utilização de uma mangueira acoplada a um chuveiro para dar banho no bandeirante com pouca água, em razão da seca.


A exemplo dos anos anteriores a festa aconteceu num clima de alegria, descontração e amizade e nenhum incidente foi identificado. Visando aprimorar as próximas edições deixamos o e-mail: daquidepitangui@gmail.com à disposição de quem queira apresentar propostas, sugestões e parcerias que contribuam para o planejamento e a realização da Lavagem do Bandeirante 2016.


Pela atuação voluntária e sem fins lucrativos deste Blog, a participação de colaboradores culturais, formadores de opinião e do público em geral é imprescindível para a realização do evento, portanto deixamos aqui o nosso muito obrigado a vocês que apoiaram e participaram de mais uma edição!

Apoio Cultural: Loja da Magá; Restaurante Varandão; Ótica Perfect (BH); Pitanguienses em Brasília; Quatri Comunicação; Célio Leiteiro; Alexandre, Neilvaldo e João de Barros; Cachaça Souza Paiol; Dep. Federal Newton Cardoso Jr.; Marcílio Valadares, Antônio Lemos (Prefeitura e Secret. de Cultura).


Apoio social: Lira Musical Viriato Bahia; Marco Antônio (Barrica); Jornalistas Ricardo Welbert, Paulo Henrique Lobato, jornal O Independente; fotógrafos Ricardo Caldas, Zé Alexandre e Vicente Oliveira. Radialistas Tina Barcelos e Acir Antão (Itatiaia).
Fotos: Blog Daqui de Pitangui.

Saiba mais sobre a Lavagem do Bandeirante em: https://www.facebook.com/lavagemdobandeirante?ref=aymt_homepage_panel

8 comentários:

  1. Lavagem de bandeirante
    pode soar uma coisa estranha
    mas mesmo com a água faltante
    é nossa cultura que ganha....

    Paulo Miranda

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro Paulo, a economia de água também foi pensada. Nesta ano dispensamos o caminhão pipa e a folia aconteceu com o a mesma alegria. Um abraço.

      Excluir
  2. Parabéns pela iniciativa e pela participação da população.
    Torço para que este evento seja sempre realizado.

    ResponderExcluir
  3. Fiz parte pela primeira vez e achei a ideia muito pertinente. Lavar o Bandeirante é banhar, lavar, homenagear, edificar e muito mais do que isso. É relembrar a nossa história.
    Foi um grande prazer fazer parte desta festa. A D. Edith também curtiu o evento.
    Ao invés de sugerir por e-mail, gostaria de pedir que nos próximos anos criássemos um "cortejo" para a lavagem do bandeirante. Quem sabe saíndo do centro da cidade, com a banda também participando e trazendo o cordão de pessoas até o local da Penha para a apoteose.
    Um grande abraço a todos.
    José Carlos

    ResponderExcluir
  4. Sylvio, pelo sexto ano seguido realizamos este evento que, além do lado lúdico tem a proposta de lembrar as origens de Pitangui. Quem sabe no ano que vem você participa conosco heim! Um abraço.

    ResponderExcluir
  5. Caro Zé Carlos, obrigado pela presença de vocês e por acompanhar de perto a nossa labuta cultural. Sugestão anotada! Na verdade, há uns 2 anos estamos tentando descer o Batatal num cortejo até o centro. Quem sabe a cidade num todo se organiza e se mobiliza para participar do resgate do nosso carnaval, ocupando a rua. Obrigado por nos ajudar a fazer a nossa parte, praticando a cultura em Pitangui. Forte abraço.

    ResponderExcluir
  6. Ok Leo. É sempre um prazer fazer a cultura acontecer, principalmente em Pitangui. Vamos sim pensar em fazer mais uma bela festa para o próximo ano. Zé Carlos

    ResponderExcluir
  7. Dica de leitura;
    http://daquidepitangui.blogspot.com.br/2015/06/conflitos-e-estrategias-em-uma-historia.html

    ResponderExcluir

Obrigado por comentar nossa postagem. Ah... não se esqueça de se identificar.