Seguidores

quinta-feira, 25 de junho de 2015

O nascer dos 300 anos

   O dia 9 de junho amanheceu muito frio e antes mesmo que o sol nascesse e amenizasse o clima quase glacial eu e o fotógrafo pitanguiense Nicodemos Rosa já estávamos no alto da Cruz do Monte com as máquinas prontas para registrar o momento em que o astro-rei iluminasse o tricentenário da Sétima Vila.
   Ao nascer para as terras pitanguienses o sol não ilumina a cidade de imediato, apenas após atingir determinada altura é que seus raios vencem a barreira da serra da Cruz do Monte e atingem a área urbana, primeiramente o Chapadão e posteriormente a área central.
  Para ver este espetáculo da natureza foi necessário que subíssemos a serra e nos posicionássemos na parte de trás da elevação e logo após o surgimento de um lindo barrado vermelho os primeiros raios saudaram a Velha Serrana. E foi com os corações cheios de esperanças de que aqueles raios iluminassem um futuro melhor para a história de Pitangui é que nos despedimos da serra da Cruz do Monte.

A natureza prepara o espetáculo - Foto: Nicodemos Rosa

O nascer do "sol dos 300" por Nicodemos Rosa

Foto: Vandeir Santos

Foto: Vandeir Santos

O amanhecer da aniversariante - Foto: Vandeir Santos

Vandeir Santos


6 comentários:

  1. O mágico alvorecer
    sob as lentes do Vandeir
    faz a gente firme crer
    ser dourado nosso porvir

    ResponderExcluir
  2. Belas imagens para eternizarem este dia marcante...e ter muitas histórias para se contar.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  3. Lindo registro... o sol é produto da criação de Deus aonde ele brilha é pra lá que eu vou... o nascer e pôr do sol são momentos mágicos e de grande beleza. Parabéns!

    ResponderExcluir
  4. Lindo registro... o sol é produto da criação de Deus aonde ele brilha é pra lá que eu vou... o nascer e pôr do sol são momentos mágicos e de grande beleza. Parabéns!

    ResponderExcluir
  5. Todos os momentos da vida não retornam – por isso têm sua importância – mas alguns têm um valor emocional ou social mais específicos. Ótima ideia e primorosa execução deste belo e sensível registro do nascer do dia dos 300 anos de Pitangui, enriquecido com a explicação da dinâmica da ocasião (quase me senti no local).
    Parabéns pelo ânimo de acordar cedo e enfrentar o frio para nos brindar com estas lindas imagens, que agora podemos curtir demoradamente no conforto no nosso lar. Obrigado pela generosidade de compartilhar este momento!

    ResponderExcluir

Obrigado por comentar nossa postagem. Ah... não se esqueça de se identificar.