Seguidores

sábado, 12 de setembro de 2015

Perdemos um poeta

- JONBA -
Foto: Léo Morato 1/6/2013.

Como disse outro poeta "É tão estranho, os bons morrem antes" (Renato Russo) e é com enorme pesar que comunicamos o falecimento do Jonba ocorrido hoje (Jonba com N mesmo, segundo ele era pra ficar diferente). Integrante ativo de uma das maiores safras culturais da cidade - o Movimento Pitaculta -, profissional talentoso, o Jonba deixou um legado para a família, amigos e a poesia de suas letras e músicas de verdade, construídas em parceria com o Rohr, William, Ricardo Nazar, Kiko Lara, Fabinho Freitas e muitos outros. Valeu caro Jonba, vá em Paz!



Este vídeo inédito foi gravado em fevereiro de 2011, num encontro da família Freitas, do qual tivemos o prazer de participar e presenciar um pouco desta alquimia musical.

Flautista de Hamelim
 
 
Reinado Rohr/Jonba Freitas/William Santiago
Ritmo: Balada
 
 
Corre o vagão de sonho
Vem com o Flautista de Hamelin
Não passa todo dia um sonho assim
Não passa todo dia um sonho assim
 
Corre a ver verdes terras
É hora meu curumim
Corre prás bandas novas
Menino novilho assim
 
Deixa ficar curiós essas velhas avós
Essa tal pedra-mó amanhã é voar
Sobe a rota das cavas nas curvas das serras
Do alto do mundo se enxerga o mar
 
Se um dia for possível
Se um dia for preciso descansar
Tem vagão pra toda parte
Tem flautista com vontade de voltar
Não decolar jamais
 
Fico no alto das serras
No reino das minas lembrar litorais
Os rios nos corpos da gente
Não descem iguais
 
Menina do circo disse pra mim
Que o pano mais belo é seda-cetim
E vamos fugir nas asas do querubim

Links Relacionados:

http://www.daquidepitangui.blogspot.com.br/2014/08/o-canal-do-rohr.html
http://www.daquidepitangui.blogspot.com.br/2015/01/lembra-meu-amor.html
http://www.daquidepitangui.blogspot.com.br/2014/10/cantar-na-lua.html

8 comentários:

  1. Não é só Pitangui que perde, o estado perde, o país perde, a cultura perde. Em uma época que se escuta e se vê tanto lixo é com muita tristeza que vemos partir um representante da boa cultura, que valorizava suas raízes, sua história. Suas músicas farão falta, seus versos farão falta, seus temperos farão falta e Pitangui fica mais sem graça.

    ResponderExcluir
  2. Pitangui está de luto... perde um amigo, poeta, cidadão exemplar e um grande homem! Não importa onde esteja, estará sempre conosco. Suas lembranças vão eternizar na saudade, pois era uma pessoa tão dedicada à família, aos amigos e a sociedade.Que Deus o receba de braços abertos.

    ResponderExcluir
  3. É com muita tristeza que recebo essa noticia através da net, perdemos realmente um ser humano fantástico, humilde, amigo e realmente um poeta, são muitas qualidades em uma só pessoa. Meus sinceros sentimentos ao Bruno, sua mãe, enfim a toda família. Muito triste essa notícia.

    ResponderExcluir
  4. Aprendi com meus pais e familiares que Deus sabe o que faz. A ida para outro plano do JoNba nos deixa temporariamente sem chão, e nos entristece, porém precisamos viver este luto e não permitir que este tempo de convalescência nos cobre ficar estagnados. Precisamos divulgar a sua obra, levar a muitos que precisam desta experiência que ele deixou para todos nós, pois só assim podemos viver e sonhar com dias melhores. Que os seus familiares tenham muita força para seguirem em frente, afinal de contas, a vida é para ser vivida. Precisamos lembrar sempre que tudo isso sim, é coisa de Deus, e como eu disse no início...... Ele sabe o que faz.

    ResponderExcluir
  5. Moço dos sete instrumentos
    tocou a vida com maestria
    se agora somos lamentos
    o certo é revê-lo um dia...

    ResponderExcluir
  6. Saudoso colega e amigo de bons tempos em Pitangui, fica no coração ótimas lembranças e a certeza de que o céu está em festa com sua chegada. Abs a família de João e a pitanguiense

    ResponderExcluir

Obrigado por comentar nossa postagem. Ah... não se esqueça de se identificar.