Seguidores

quarta-feira, 11 de novembro de 2015

Os 150 anos dos voluntários da Pátria de Pitangui

Por iniciativa do Dr. Marcos Henrique Caldeira Brant, membro do Instituto Histórico e Geográfico de Minas Gerais (IHGMG) e do general comandante da 4ª Região Militar com o apoio do Instituto Histórico de Pitangui e da Prefeitura Municipal de Pitangui, será comemorado na cidade os 150 anos de criação dos Corpos de Voluntários da Pátria, objetivando preservar e divulgar o patrimônio histórico-cultural, na data de 20 de novembro, promovendo um evento cívico-militar que contará com a presença de autoridades civis, militares e dos alunos das redes de ensino de Pitangui.


Rememorar o sesquicentenário da Guerra da Tríplice Aliança, sem qualquer conotação de animosidade com o país vizinho e hoje amigo, Paraguai, tem tão somente a preocupação de salientar para a geração atual o comportamento e o patriotismo da geração do século XIX.  Jovens e adultos, tomados de grande entusiasmo, sacrificaram-se para o esforço de guerra, assumindo as consequências ainda que isso tenha custado a vida de muitos.
Atendendo ao apelo do Imperador Dom Pedro II, vários municípios do Brasil promoveram alistamento de voluntários para incorporar e reforçar o Exército Imperial, comandado por Caxias, e receberam a denominação de Voluntários da Pátria. É justo lembrar, entretanto, que, em 1865, Pitangui foi grande centro de onde partiu o grito de alerta, chamando às armas os moços em desagravo à honra ultrajada do Brasil, pela agressão à sua soberania. Para tanto, criou-se a sociedade de “Amor da Pátria” que irradiou vibrante sentimento de nacionalidade. A história registra esse fato ocorrido em Pitangui como inédito. 


                                      Reprodução da bandeira confeccionada para os Voluntários da Pátria

A participação de Pitangui tem uma relevância maior por ter a sociedade Amor da Pátria convocado autênticos voluntários, homens livres, o que não se observa nas demais cidades onde a maior parte do contingente era composto de escravos.
O evento ocorrerá sexta-feira, 20 de novembro, a partir das 15 horas, na Praça Plínio Malachias, em Pitangui onde estão programados: formatura  e desfile militar, desfile escolar, inauguração de placa alusiva aos Voluntários da Pátria de Pitangui, no Museu Histórico da cidade; alocuções cívicas, apresentação de trabalhos escolares sobre a Guerra da Tríplice Aliança. Haverá extensa programação numa bela festa cívica, envolvendo os segmentos educacional e cultural do município. 

Vandeir Santos


2 comentários:

  1. Esse tema é delicado/
    mesmo quando o tempo esvai/
    Itororó, que pecado,/
    tanto pranteou o Paraguai...

    ResponderExcluir
  2. ouvi dizer que a maioria dos soldados eram negros na guerra contra o paraguai, sera isso verdade\

    ResponderExcluir

Obrigado por comentar nossa postagem. Ah... não se esqueça de se identificar.