Seguidores

sexta-feira, 4 de dezembro de 2015

O verdadeiro Ouro de Pitangui

O 1º encontro do grupo em Pitangui
Foto: Vandeir Santos 6/6/15

Amanhã, 5 de dezembro de 2015, dia em que acontece o 2º grande encontro de um Grupo de Pitanguienses amigos de várias gerações, publicamos um poema do conterrâneo Tadeu Rodrigo Ribeiro, membro do grupo, que em prosa e verso narra um sentimento genuinamente Pitanguiense.


Ouro de Pitangui

Meu coração levita:
Estou a caminho
Do meu cantinho.
Na Velha Serrana,
Eu vou encontrar
Lugares, parentes,
Amigos, colegas,
Praças e gente
Que só lá tem.

Meu coração palpita:
A história de pepitas
Longe das retinas   
Tanto tempo atrás:
Pita aqui, pita ali
Ouro de bandeirantes
é se banhar demais
com curumins e cunhãs
No córrego de Batatais?

Meu coração se agita:
Passo no jardim
Do footing sem fim.
A rua, a morada;
No Ginásio, a moçada.
Cruzo os montes,
Meu coração estoura:
Verdadeiro ouro
É amigo de Pitangui.

(Tadeu Rodrigo Ribeiro)

8 comentários:

  1. Muito bom o poema. Pitangui deve ser cantada em prosa e verso, por ser mãe de todos nós do Centro-Oeste.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Joandre, seja bem vindo ao Daqui de Pitangui, um espaço pitanguiense na web. Volte sempre! Léo Morato.

      Excluir
  2. Esse inspirado Rodrigo
    ao iniciar a louvação
    abre um caminho que sigo
    e por onde outros virão...

    ResponderExcluir
  3. Terra de gente inspirada e comprometida com suas raízes.
    Desejo aos participantes um ótimo encontro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pela presença constante por aqui Sylvio! Parafraseando o amigo William Santiago "o orgulho de ser Pitanguiense renasceu com o movimento em torno do tricentenário, levantado desde de 2009 com o Blog. E este grande Grupo de Pitanguienses veio com tudo, revivendo histórias, lembranças e amizades de décadas, promovendo um bom movimento turístico na cidade, favorecendo a economia local. Registro aqui os meus aplausos. Léo Morato.

      Excluir
  4. E então conterrâneos!!! Gostei muito desta ideia. Sempre pensei que encontros de pitanguienses ausentes precisam ser necessariamente em Pitangui. Gostaria muito de saber mais sobre estes encontros. É um grupo específico, fechado? Sensacional esta ideia pq vem manter viva a história. Parabéns aos organizadores e a todos os integrantes deste grupo. Aproveito para cumprimentar o poeta Tadeu. Abraços, Zé Carlos

    ResponderExcluir
  5. Caro Zé Carlos (Pateskinho para situar a turma do grupo) passarei o seu contato para o presidente Juarez (do Pedrinho do Pingo). Um abraço. Ah, vai ter "balanço de fim ano" na sede do blog. Até lá.

    ResponderExcluir

Obrigado por comentar nossa postagem. Ah... não se esqueça de se identificar.