Seguidores

quinta-feira, 13 de outubro de 2016

O trabalho do Clark Michel


A postagem de hoje destaca a vocação de Pitangui para as artes visuais (teatro, dança, música, fotografia e cinema) e traz um pouco do trabalho do Clark Michel, um rapaz de Corinto, no norte de Minas, que veio para Pitangui há três anos. O Clark é dançarino na Banda CM5 e desenvolve uma atividade paralela de qualidade voltada  para a sétima arte, como podemos conferir nos documentários abaixo.


Em uma entrevista rápida e informal o Clark falou de sua trajetória cultural até aqui: 

"Vishe, nem sei o que falar, mas eu entrei nesse mundo [do áudio visual] aos 15 anos quando comecei a trabalhar com um cara na minha cidade natal que fazia casamentos e alguns filmes amadores. Fiquei lá até os 18 anos depois me mudei e me tornei dançarino. Uns 2 anos atrás entrei em um curso de teatro que me despertou novamente a vontade de produzir! Então juntei dinheiro e comprei uma câmera com intuito de produzir vídeos para o youtube, mas precisava de pessoas pra atuar e elas nunca podiam, então desanimei e passei a procurar pessoas mais serias para produzir curtas para festivais. E também trabalhar com isso para ajudar na renda. Então fui atrás de cursos estudei e estudei e quando percebi já tinha uma produtora. Considero Pitangui uma cidade boa mas que precisa de valorização de todas as áreas de atuação relacionadas a arte"!



Como apreciador e produtor de conteúdo áudio visual o Blog Daqui de Pitangui parabeniza a iniciativa da Produtora, aguardando os futuros trabalhos.


6 comentários:

  1. E isso ai irmãozinho continuar batalhando para mostrar ao mundo o talento que você tem e continuar essa pessoa maravilhosa que você é . Meus parabéns que Deus continue te abençoando sempre .

    ResponderExcluir
  2. Dançarino corintiano
    dando canja em nossa terra
    que é do sacro e do profano
    como é de paz a nossa guerra...

    ResponderExcluir
  3. Clark, que bacana seu trabalho!!
    Parabéns pela fotografia e pela escolha dos temas produzidos.
    Achei fantástico o documentário do "Redeiros"

    ResponderExcluir

Obrigado por comentar nossa postagem. Ah... não se esqueça de se identificar.