Seguidores

sexta-feira, 23 de dezembro de 2016

ReykjaviK



ReykjaviK é o nome de mais uma música do já saudoso professor Reinaldo, composta em parceria com o Jonba e William Santiago. O significado da música fala por si e traz boas lembranças para os amigos mais próximos e aos contemporâneos deste movimento musical ocorrido em Pitangui. Então, em homenagem aos pitanguienses de várias gerações que por vontade, ou destino correm o mundo mas levam a terrinha na mente e no coração pra lá de Reykjavik.

3 comentários:

  1. Coisa mais linda, Léo! Vontade de ficar ouvindo repetidas vezes...
    Parabéns pela postagem! Abraço.
    Edilma Aguiar

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Edilma!Também sou desse pessoal e a música é literalmente viajante. Conversei recentemente com o Fábio Freitas, sobrinho do Jonba, que vivenciou muito da criação musical desse Quaternariun (Rohr, Jonba, William e Ricardo Nazar) e me falou um pouco dos bastidores dessa música. Um abraço.

      "Acho que ela foi composta fora de Pitangui. Precisa ver isso com o William. Ele e Rhor estavam fora do país numa situação muito louca. O rhor e o William na verdade estavam filosofando sobre o fato deles já terem visto muita coisa na vida e uma vez que o lugar mais longe que eles tinham visitado era Reykjavik, eles se questionaram: nos que já vimos tanta coisa, que será que há pra lá de Reykjavik? Quanto mais aprendo, mais eu me confundo, e na própria língua a tropeçar! Eles estavam em fervilhão com português, inglês, alemão, dinamarquês, espanhol, e estavam na Islândia! No fim do mundo. O que haveria depois Dalí? Foram dois caras de Pitangui que fizeram a música e que foram parar lá No fim mundo". Fabinho Freitas.

      Excluir
  2. Falar em vulcões e gelo
    ao norte de Copenhague
    é botar a fé no apelo
    pra que o coração se alague...

    ResponderExcluir

Obrigado por comentar nossa postagem. Ah... não se esqueça de se identificar.