Seguidores

sábado, 18 de março de 2017

Sábado de mobilização: coleta de assinaturas contra a PEC 287


Hoje, sábado, 18 de março, professores mobilizados ocuparam a Praça Plínio Malaquias para protestar e recolher assinaturas contra a PEC 287, que propõe a Reforma da Previdência. Tal reforma prejudicará todos os trabalhadores e trabalhadoras brasileiras.




A população atendeu ao chamado e compareceu para assinar o manifesto. Segundo a organização do movimento foram recolhidas em torno de 1300 assinaturas.
Muitos daqueles que assinaram o manifesto expuseram sua indignação diante do ataque aos direitos dos trabalhadores por parte do atual governo federal.






Na segunda-feira, a Praça Plínio Malaquias volta a ser ocupada para a coleta de assinaturas contra a PEC 287 e esclarecimento da população sobre o assunto. 
Precisamos reunir 5000 assinaturas em Pitangui, que serão enviadas aos deputados federais eleitos com o voto dos eleitores da cidade exigindo que eles votem contra a PEC.


Essa luta não é só dos servidores públicos, mas, também, de todos os trabalhadores rurais e da iniciativa privada. Temos que unir forças para lutarmos por nossos direitos e das futuras gerações de trabalhadores, que serão duramente afetados com a aprovação da PEC 287.
Compareça à Praça e assine o manifesto.


Na terça-feira, 21 de março, os professores convocam a população para a concentração que ocorrerá na Praça da Câmara Municipal, quando uma comissão encaminhará aos vereadores pedido de apoio contra a PEC 287, pois estes são os nossos interlocutores com os deputados federais eleitos com os votos de nosso município.
Compareça.




Os direitos dos trabalhadores foram conquistados, não foram dados!!!
Precisamos defendê-los!




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por comentar nossa postagem. Ah... não se esqueça de se identificar.