Seguidores

terça-feira, 30 de maio de 2017

"Desentardece"

Céu de outono, fim de tarde. Por Léo Morato.


Desentardece

Uma faca por nome Ângelus
Corta o dia e desfralda a noite:
Desentardece de vez,
Melancolia.
Pais voltam do trabalho,
Mães descansam dos fogões e outras tralhas.
O mundo anda na ponta dos pés
- é que faz frio.
Por um instante nem é noite nem é dia:
Desentardece,
Rogai por nós, Ave-Maria.


(William Santiago, maio de 2017).



Publicado originalmente em: http://www.recantodasletras.com.br/poesias/6007035


OBS: Feliz aniversário, caro amigo William!!!


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por comentar nossa postagem. Ah... não se esqueça de se identificar.